Mãe e bebê - a ambiguidade nas canções de ninar



Em A erótica do sono, o psicanalista Mario Eduardo Costa Pereira analisa as ambiguidades subjacentes às relações entre mães e bebês

No livro A erótica do sono: ensaios psicanalíticos sobre a insônia e o gozo de dormir, publicado pela Aller Editora, o psicanalista Mario Eduardo Costa Pereira discute, sob diferentes perspectivas, a relação dos sujeitos com o sono e o mundo desconhecido que se abre com o dormir. Uma das perspectivas é a ambiguidade existente nas canções de acalanto, entoadas por mães para apaziguar e adormecer seus filhos.

Costa Pereira percebe que tais canções, presentes em todos os tempos e em todas as culturas, carregam um curioso paradoxo: se, por um lado, são melodias ternas, calmas e previsíveis, por outro, narram histórias de monstros e terror. Assim, o acalanto tensiona amor e ameaça, fazendo com que a mãe represente para o bebê a proteção contra os perigos do mundo externo.

Ao mesmo tempo, o erotismo subjacente ao ato de ninar um bebê, diz o autor, apresenta uma especificidade na sociedade brasileira: no Brasil, a escravização de africanos obrigou muitas mulheres, as amas de leite, a ninar filhos que não eram os seus, fato que marcou decisivamente os processos de subjetivação do país. A Mãe Preta trouxe de seu continente práticas corporais presentes em nossos hábitos até hoje, como o cafuné. Outro paradoxo, portanto: carinho em meio à violência da escravização.

Dessa forma, o livro é uma obra que busca entender, sem tabus e preconceitos, as diversas formas como a relação mãe-bebê pode se configurar, tanto no âmbito individual quanto no social. É um contato de corpos, conclui Costa Pereira, que pode inscrever marcas permanentes no sujeito e em um país. O processo para compreender essa relação inclui que lidemos com os fantasmas que cercam a hora de dormir, mas abre a possibilidade de expulsá-los ou, ao menos, conviver com eles.

Sobre o autor

Mario Eduardo Costa Pereira é psiquiatra, psicanalista, professor titular em Psicologia Clínica pela Université de Provence Aix-Marseille I (2009) e livre-docente em Psicopatologia pela Unicamp (2008). Atualmente é professor associado do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, onde dirige o Laboratório de Psicopatologia: Sujeito e Singularidade (LaPSuS). Mestre em Saúde Mental pela Unicamp (1989). Doutor em Psicopatologia Fundamental e Psicanálise pela Université de Paris VII - Denis Diderot (1995), sob orientação do Prof. Pierre Fédida. Diretor do Núcleo São Paulo do Corpo Freudiano - Escola de Psicanálise.

Ficha técnica
A erótica do sono: Ensaios psicanalíticos sobre a insônia e o gozo de dormir
Autor - Mario Eduardo Costa Pereira
Editora - Aller Editora
Páginas - 208
Preço - R$ 44,91 (e-bbok) e R$ 52,43 (impresso)
Para mais informações ou comprar o e-book clique aqui e o livro impresso aqui

Postar um comentário

0 Comentários