Conheça seis aspectos tecnológicos que ficaram marcados na história da televisão no Brasil e no mundo



No próximo domingo, dia 21 de novembro, é o Dia Internacional da Televisão. Uma data para celebrar os seus 71 anos e o papel importantíssimo que a TV aberta faz na comunicação e, inclusive, para a sociedade. Presente na cultura do brasileiro desde a década de 1950, a TV Aberta é responsável por conectar pessoas de todas as partes do mundo, com serviços gratuitos voltados a entretenimento, cultura e informação.

Mas, para chegar ao que é hoje, a televisão recebeu uma série de atualizações tecnológicas para que a população usufrua da melhor experiência com áudios e imagens de última geração. Sendo assim, o Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (Fórum SBTVD), que trabalha intensamente na evolução da TV digital aberta, listou seis curiosidades tecnológicas que envolvem a televisão. Confira abaixo:

1) Primeira vez de um sinal broadcasting de TV

Há 71 anos, pela primeira vez, um sinal de broadcasting de TV passava pelo céu de São Paulo. Nessa época, iniciavam-se os testes do transmissor de televisão RCA da TV Tupi, Canal 3, direto de São Paulo. As transmissões anteriores haviam sido realizadas em circuito interno.

2) Transmissão em cores

No Brasil, a primeira transmissão em cores da TV aberta foi realizada em 1972, pela TV Difusora de Porto Alegre, durante a Festa da Uva de Caxias do Sul.

3) TV Digital e novas possibilidades de áudio

Com a chegada da TV Digital em 2007, a TV aberta passou a oferecer à população um áudio com muito mais qualidade. Enquanto a TV analógica aberta trabalhava com um canal (mono) ou dois canais (estéreo) de áudio, a TV Digital suporta até seis canais, o chamado Dolby Digital. Agora, em 2021, os televisores já estão se atualizando com a implantação do áudio imersivo.

4) Acessibilidade com Closed Caption ou Legenda Oculta

Você sabia que o Closed Caption (CC), conhecido também como legenda oculta, é usado para legendar o conteúdo audiovisual? Esse recurso torna o conteúdo da televisão acessível a pessoas surdas ou com algum grau de deficiência auditiva. O Closed Caption surgiu nos Estados Unidos, na década de 1970, com outros objetivos experimentais. Já no Brasil, em 2016, a prioridade foi a acessibilidade dos brasileiros. A obrigatoriedade da ABNT NBR 15290:2016 permitiu que essa parte da população (que representa 5%) tenha acesso à informação, entretenimento, cultura e lazer pelas telas da televisão.

5) O inventor do controle remoto

O controle remoto foi uma tecnologia pensada em complemento à televisão. E, claro, para o telespectador que está confortavelmente no sofá e gostaria de aumentar o volume ou mudar de canal, sem levantar. Perto de completar 60 anos, o primeiro controle remoto, ainda com fio, foi desenvolvido pelo engenheiro Eugene Polley, em 1950. Já o primeiro controle sem fio, foi criado em 1956, pela mesma empresa em que Polley trabalhava, a Zenith Radio Corporation. O controle remoto atual funciona com comunicação por infravermelha ou por bluetooth. No Brasil, o primeiro televisor com controle remoto foi lançado oficialmente em 1962.

6) Padrão de televisão atual do Brasil

O padrão de televisão digital adotado no Brasil é o ISDB-TB, uma adaptação do ISDB-T (Integrated Services Digital Broadcasting Terrestrial), padrão japonês acrescido de tecnologias desenvolvidas no Brasil, como a interatividade Ginga.

A história da televisão continua! Com os avanços tecnológicos, a TV foi evoluindo e, hoje, o consumidor pode desfrutar, sem custos, da programação em alta definição, som surround, recepção móvel e os recursos de acessibilidade (linguagem de sinais, áudio descrição e closed caption). Ainda neste ano, com a chegada do DTV Play nos televisores, a TV aberta vai melhorar ainda mais a interatividade, com conteúdos em 4K, HDR e áudio imersivo, que eram recursos somente disponíveis em serviços de streaming pagos.

Postar um comentário

0 Comentários