Mediação de conflitos na escola - Modelos, estratégias e práticas



Baseado nos princípios da comunicação não violenta, tema pertinente também ao ambiente escolar, o método descrito neste livro foi desenvolvido na Espanha e é lançado agora no Brasil. Fundamentando o conceito de mediação aplicado à comunidade educacional, a autora propõe modelos para solucionar problemas e orientar a formação de mediadores

Os relacionamentos conturbados estão também no dia a dia das escolas, sobretudo nas sociedades que vivenciam desigualdades como a brasileira. Espaço propício para confrontos de ideias e argumentos, o ambiente escolar é também onde se pode aprender sobre a gestão positiva da coexistência, seguindo modernos padrões para esse convívio.

As técnicas estão no livro 'Mediação de conflitos na escola - Modelos, estratégias e práticas', de Maria Carme Boqué Torremorell, educadora espanhola que aprofundou o estudo de como envolver os agentes, professores, alunos, equipe e pais no processo de pacificação.

O estudo que Maria Carme detalha no livro é um roteiro para que todos os integrantes da estrutura escolar saibam implementar a mediação de conflitos, pelo exercício da escuta e do diálogo. Justamente por ser lugar de personalidades em formação é que se torna ainda mais importante proporcionar um ambiente seguro e construtivo, para que sejam desenvolvidas plenas competências socioemocionais e pedagógicas. Indo muito além da evolução da tarefa do coordenador de sala, o propósito é instruir cidadãos conscientes da cultura de paz e contribuir na construção de um mundo mais civilizado.

Dividida em três partes, a obra aborda didaticamente os fundamentos da mediação de conflitos, modelos e âmbitos de aplicação. Mostra também passo a passo a implementação e o uso específico na comunidade escolar - na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio -, além do papel do mediador no processo. Por fim, apresenta exemplos bem-sucedidos de mediação e um plano detalhado para formar mediadores no âmbito educativo.

“A mediação de conflitos aqui descrita é profundamente pedagógica e ética. É também transformadora: nos âmbitos pessoal, relacional e social. Isso porque a autora nos aponta um horizonte amplo e muito maior do que a costumeira redução das práticas de mediação a uma simples técnica. O livro, em verdade, tem o grande mérito de apresentar, de forma detalhada e prática, um roteiro bastante completo para que os múltiplos sujeitos que ocupam as unidades educacionais reflitam sobre e implementem programas de mediação de conflitos. Contudo, relaciona esse fazer a um conjunto principiológico comprometido com a democratização - que tem como cerne homens e mulheres e, também, crianças e adolescentes, donos de seu destino, sujeitos conscientes de suas ações e capazes de exercitar a escuta e o diálogo como fontes preciosas de convivência”, ressalta no prefácio Mariana Pasqual Marques, facilitadora de práticas restaurativas e coordenadora do Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo (CDHEP).

Sobre a autora

Maria Carme Boqué Torremorell é professora, pós-graduada em mediação e resolução de conflitos e doutora em Pedagogia. Há anos promove o desenvolvimento e a mediação escolar por meio de programas, publicações e cursos de formação. Atualmente, é professora titular da Universidade Ramon Llull, em Barcelona, e pesquisa temas como cultura de paz, participação democrática, cidadania, convivência escolar e gestão positiva de conflitos.

Ficha técnica
Mediação de conflitos na escola - Modelos, estratégias e práticas
Autora - Maria Carme Boqué Torremorell
Editora - Summus Editorial
Páginas - 176
Preço - R$ 39,80 (e-book) e R$ 56,38 (impresso)
Para mais informações e comprar na Amazon o e-book  clique aqui e o livro impresso aqui

Postar um comentário

0 Comentários