Comédia romântica 'Em Casa a Gente Conversa' faz curtíssima temporada online e gratuita


Foto - Paulo-Reis

Com 
Juliana Knust e Cássio Reis, texto de Fernando Duarte e Tatá Lopes, montagem aborda questões universais do cotidiano de um casal até o processo de separação

Mnistério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Lei Aldir Blanc e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa apresentam a comédia romântica Em Casa a Gente Conversa.

Protagonizado pelo atores Juliana Knust e Cássio Reis, com direção de Fernando Philbert e texto de Fernando Duarte e Tatá Lopes, o espetáculo será exibido dias 22, 23, 24 e 25 de abril, de forma gratuita por meio do Sympla (clique aqui).

“Trazemos o espetáculo em uma versão híbrida com cenas gravadas em estúdio durante a pandemia, seguindo todos os protocolos necessários à segurança da equipe e atores. A ideia é oferecer a você o que o público viu sentado na plateia em conjunto com a captura das lentes das câmeras, aproximando a reação dos atores e o seu olhar”, afirma Fernando Duarte.

Em cena, as aventuras e desencontros de um casal já em processo de separação, que revê a sua própria história durante os encontros para definir detalhes do divórcio, criando sequências de momentos hilários. Malu e Carlos Alberto, aos olhos de muitas pessoas, formam um casal perfeito, daqueles de comercial de margarina. Mas eles vivem na vida real e enfrentam todas as alegrias e agruras de um jovem casal.

Foto - Paulo-Reis

Carlos Alberto é um homem dividido entre o desejo de ascender profissionalmente, a vontade de manter um casamento e o sonho de se manter eternamente livre. Já Malu é uma mulher que se desdobra entre carreira, casamento e a maternidade. No decorrer da trama, eles falam com muito bom humor sobre assuntos pertinentes a qualquer casal: almoço em família, dia dos namorados, a vida sexual, TPM, o cotidiano da casa, a divisão de tarefas, as brigas, o balanço da relação e de amor.

Abordando questões universais amorosas dos universos masculino e feminino, peça mostra por meio da ótica do humor, o abismo que separa o mundo da mulher e do homem. Aborda também a forma como os sonhos se constroem e se desfazem ao longo da vida. O casal expõe suas questões com transparência.

Foto - Ruben Cerqueira

O espetáculo estreou dia 1º de setembro de 2018, no teatro Amazonas, em Manaus. Fernando Duarte também é autor dos espetáculos, 'Callas' e 'Depois do amor', ambos com direção de Marília Pêra, 'Além do que os nossos olhos registram', protagonizado por Priscila Fantin, Luiza Tomé e Silvia Pfeifer.

A direção artística é de Fernando Philbert que assinou a direção dos espetáculos 'Em nome do jogo' e 'O escândalo de Philipe Dussaert', ambos com Marcos Caruso, 'O topo da montanha' com Lazaro Ramos e Taís Araújo, entre outros.

Foto - Ruben Cerqueira

Ficha técnica
Em Casa a Gente Conversa
Texto - Fernando Duarte e Tatá Lopes
Direção - Fernando Philbert
Elenco - Juliana Knust e Cássio Reis
Participação em Vídeo - Grace Gianoukas
Figurinos - Bruno Pimentel
Cenário - Mina Quental
Iluminação - Vilmar Olos
Trilha Sonora Original - Danielle Vallejo e Jean Albernaz
Músicos - Gustavo Loureiro (contrabaixo), Igor de Assis (guitarra), Jean Albernaz (bateria), Danielle Vallejo (voz)
Gravação e Mixagem - Seu Cris
Cinematografia - Felipe Bredas | Multiphocus Arte & Comunicação
Projeções e Operação de Vídeo - Aníbal Diniz
Projeto Gráfico - Ronaldo Alves
Visagismo - Walter Lobato
Fotos e Material Gráfico - Paulo Reis
Fotos de Cena - Rubens Cerqueira
Cenotécnico - André Salles e Equipe
Costureira - Maria Santina
Operador de Som - Bob Nascimento
Operador de Luz - Bruno Caverna
Diretor de Cena - Ricardo Silva
Produtor Associado - Cássio Reis
Prestação de Contas - Cavalo Marinho
Coordenação de Produção - Fernando Duarte
Direção de Produção - Fabrício Chianello
Produção - Vissi Darte Produções Artísticas
Assessoria de Imprensa - Carlos Gilberto

Serviço
Em Casa a Gente Conversa
Temporada - 22 a 25 de abril
Horários - dias 22 e 23, às 21h, e dias 24 e 25 de abril, às 18h e às 21h30
Duração - 60 minutos
Ingressos gratuitos pelo Sympla (clique aqui)
Classificação - 14 anos

Postar um comentário

0 Comentários