Cinco curiosidades sobre Snoopy e a turma Peanuts



Tirinhas mais inteligentes e irônicas que impactaram gerações ganham livros colecionáveis com tiras dominicais em homenagem aos 70 anos do cão mais famoso de todos os tempos

Um convite a todas as gerações fãs do humor inteligente, irônico e fantástico para eternizarem o beagle mais famoso do mundo. Este é o chamado da Editora Planeta DeAgostini para que os leitores se permitam viajar nesse universo, por meio das tirinhas dominicais criadas por Charles M. Schulz: 'Snoopy, Charlie Brown & Friends, A Peanuts Collection'.

As edições especiais de colecionador contam com os quadrinhos de 1952, época em que as tirinhas triplas começaram a ser publicadas, até os anos 2000. Uma homenagem aos 70 anos do cão mais famoso de todos os tempos. E, para que você conheça mais sobre o Snoopy, separamos cinco curiosidades. Viaje com a turma Peanuts e relembre essa trajetória cheia de nostalgia, confira:

A comunicação de Snoopy

O famoso personagem apareceu pela primeira vez em 1950 e, na época, era similar a um cão real, andava em quatro patas e não se comunicava. No entanto, o personagem comunicou-se pela primeira vez, por meio de balões de pensamentos, dois anos após sua criação. Além disso, compreendia tudo o que os outros personagens da história diziam.

Os irmãos de Snoopy

Um fato que poucas pessoas conhecem é que o famoso cachorro das tirinhas tem sete irmãos: Andy, Rover, Spike, Olaf, Molly, Belle e Marbles. Na história, eles nasceram na Fazenda Canil Colina das Margaridas e Snoopy viveu lá até ser adotado por Charlie Brown. No entanto, há várias menções dos irmãos do beagle na história, a primeira vez foi em 1965, quando Snoopy pergunta o que aconteceu com eles. Posteriormente, os outros cachorrinhos aparecem aos poucos em diferentes tirinhas dos anos 1970.


Snoopy foi uma das primeiras tirinhas a ter um personagem negro

Após a morte de Martin Luther King, em 1968, uma professora escreveu para Schulz falando sobre a importância de introduzir uma criança negra no grupo de Charlie Brown, para ajudar de alguma forma a diminuir o racismo na sociedade. Então, dia 1º de agosto de 1968, ele criou o personagem Franklin, que passa a integrar o grupo e trazer reflexões aos leitores.

Charlie Brown e seus amigos ao redor do mundo

Em 1967, os quadrinhos de Schulz já eram publicados em 745 diários e 396 dominicais na América do Norte nos Estados Unidos e boa parte do Canadá. Tempos depois, as tirinhas já eram publicadas em aproximadamente 2 mil jornais e em mais 60 países, sendo traduzido para 40 línguas.

As tirinhas foram publicadas todos os dias durante 50 anos

Charles Schulz publicou uma tirinha por dia entre os anos de 1950 e 2000, ao todo foram aproximadamente 18 mil tiras publicadas. A última foi lançada dia 13 de fevereiro de 2000, no qual Charles se despede dos seus leitores e anuncia sua aposentadoria.

'Snoopy, Charlie Brown & Friends, A Peanuts Collection' conta com textos exclusivos e prólogos escritos pelos especialistas em Charles M. Schulz, Alexandre Boide e Érico Assis. Ainda, a primeira edição acompanha um fascículo especial de apresentação da coleção, que traz curiosidades sobre o universo dos clássicos quadrinhos de Snoopy.

As edições de colecionador da Planeta DeAgostini estão disponíveis em bancas da grande São Paulo e incluem volumes temáticos dedicados exclusivamente aos grandes alter egos de Snoopy. O primeiro volume apresenta as histórias em quadrinhos de 1967. 'Snoopy, Charlie Brown & Friends, A Peanuts Collection' também está disponível para assinaturas mensais pelo site da editora aqui.

Sobre o autor

Charles Monroe Schulz. Foto - Divulgação

Desde criança, sua vida já estava ligada às histórias em quadrinhos: sempre lia com o pai as tirinhas dos jornais aos domingos e sonhava em ser cartunista profissional. Hábil desenhista desde pequeno, realizava retratos do seu animal de estimação, um cachorro chamado Spike. Depois de participar da Segunda Guerra Mundial, começou a fazer caricaturas e tiras cômicas para diversos meios. Aos 27 anos, Charles Monroe Schulz publicou a primeira tira de Peanuts, considerada por muitos especialistas uma das melhores da história, a qual tornou o seu autor uma verdadeira celebridade. Ficou conhecido por desenvolver os personagens Charlie Brown e seu cachorro da raça beagle chamado Snoopy, entre outros personagens.

Sobre o tradutor
Érico Assis é tradutor inglês - português desde 2008. Trabalha como free-lancer para o mercado editorial e traduz, sobretudo, histórias em quadrinhos, não-ficção e literatura infantil. Érico já traduziu aproximadamente 300 publicações. Ele é Doutor em Estudos de Tradução pela PGET/UFSC. 


Ficha técnica
Snoopy, Charlie Brown & Friends, A Peanuts Collection
Autor - Charles M. Schulz
Tradutor - Érico Assis
Editora - Planeta DeAgostini
Edição - 60 edições com 61 livros
Páginas - 64
Preço normal - R$ 49,99
Preço promocional 1º volume - R$ 14,99
Preço promocional 2º volume - R$ 49,99 (conta com duas edições de livros pelo valor de um)
Para mais informações e assinaturas clique aqui

Postar um comentário

0 Comentários