Espetáculo '180 Dias de Inverno' faz curta temporada online


Foto - Samuel Mendes

Teatro digital, dança-teatro, instalação, vídeo mapping e live cinema: '180 Dias de Inverno', inspirado em texto de Nuno Ramos, traz seus medos e angústias ao cuidar de sua esposa doente. O cenário, um grande espelho d´água, tem móveis semi-submersos - um quarto afogado - que reforça a sensação eminente de cansaço

O espetáculo 180 Dias de Inverno, do Coletivo Binário, inicia uma nova etapa em sua trajetória, que chega aos 11 anos em 2021. Devido às restrições de apresentações presenciais vindas com a pandemia do novo coronavírus, o grupo exibe ao público uma versão gravada diretamente do Teatro Paulo Eiró, que será reproduzida ao público a partir do dia 19 de março, sexta-feira, 21h. Para assistir, basta acessar o site aqui. O trabalho está sendo realizado com recursos do edital Proac Expresso Lab-Lei Aldir Blanc-36/2020.

Com direção de Nando Motta e dramaturgia de Antônio Hildebrando, a peça é inspirada no texto 'Minha Fantasma', que faz parte do livro 'Ensaio Geral', escrito pelo pintor, desenhista, escultor, escritor, cineasta, cenógrafo e compositor Nuno Ramos. Nesta obra, o multiartista visita sua trajetória de enfrentamento ao medo e as angústias enquanto cuida de sua esposa doente.

Foto - Samuel Mendes

Para construir no palco esse relato íntimo, o diretor fez uso de diferentes tecnologias, como projeções, em diálogo com linguagens como o cinema e a dança. O resultado é um espetáculo denso, mas com olhar poético presente tanto no cenário (assinado por Renato Bolelli e Beto Guilger), com móveis submersos em água, quanto na trilha sonora original, composta por Barulhista.

No elenco estão Camilo Lélis, Fabiano Persi e Michelle Barreto. Os figurinos são assinados pelo premiado figurinista Paolo Mandatti, a iluminação é de Bruno Cerezoli e o material de vídeo é assinado por Hugo Drummond e Pedro Furtado. A preparação corporal é da bailarina Carla Normagna. A peça, cuja gravação pretende aproximar o público da cena a partir de uma movimentação de câmera no palco, passa por linguagens cênicas diversas, como o teatro digital, dança-teatro, instalação, vídeo mapping e live cinema.

Por meio de uma dramaturgia fragmentada e cronologia não linear, três artistas em cena dão vida aos personagens Ele, Ela e o Outro (alter ego de Ele e Ela). O cenário é composto por um grande espelho d’água com móveis semi-submersos e luminárias de teto inspirados pela frase ‘A beleza da iminência do desastre’ e na instalação Maré Mobília, ambas de autoria de Nuno. Segundo Nando Motta, a imagem de um quarto afogado reforça a sensação latente de cansaço. Outra obra de Nuno que inspirou o cenário é Casa Inundada, instalação em que o artista afunda, na lama, a casa em que passou sua infância.

Foto - Samuel Mendes

Sons produzidos pelas falas, corpos e ações dos atores foram utilizados para a composição da trilha sonora de 180 Dias de Inverno. “O resultado é uma trilha que dialoga diretamente com as cenas e com atores, dão mais vida e organicidade ao trabalho”, conta o diretor.

As projeções que permeiam a encenação têm como objetivo proporcionar diferentes contornos e possibilidades de interpretação para as cenas. Para isso, são utilizadas imagens do interior de uma casa, gravadas em stopmotion, e desenhos animados. O desenho de luz emprega uma delicada dinâmica de luz e sombra para destacar a dualidade entre os momentos de extrema intimidade do quarto do casal e a aridez de uma sala de espera de hospital.

Nando Motta conta que a retomada da temporada do espetáculo, agora no formato digital, ressoa de forma inevitável no período de isolamento social. “A pandemia ampliou o debate que já é próprio da peça, como o confinamento e todas as sensações que ele traz ao corpo”.

O diretor também reforça que a peça passou por uma evolução inevitável, tanto pelo tráfego de linguagens artísticas, que resultou em mudanças estéticas na obra; quanto por configurações amorosas mais popularizadas nos últimos anos, como relacionamentos abertos e/ou poliamorosos, por exemplo.

O espetáculo foi contemplado no prêmio Myriam Muniz 2009 e Cena Minas 2013, e recebeu os prêmios de melhor espetáculo de 2010 (Mixsórdia), melhor trilha sonora (Sinparc Usiminas 2011), melhor iluminação (Sesc/Sated-MG 2011), além de mais 10 indicações em outras categorias.

Foto - Samuel Mendes

Sinopse
180 Dias de Inverno narra os seis meses que Nuno Ramos passou cuidando de Sandra, sua esposa, uma mulher acometida por uma grave doença. O relato poético e apaixonado acompanha um homem em sua batalha diária para salvar sua esposa e a si mesmo desse inimigo invisível. O espetáculo traz referências de Dança-teatro, Vídeo-arte, Instalação, Música Experimental, Cinema (stop motion e desenho animado) e teatro pós-dramático para mostrar, de forma crua e ao mesmo tempo delicada, a iminência de um desastre na vida de um casal.

Ficha técnica
180 Dias de Inverno
Diretor - Nando Motta
Dramaturgo - Antonio Hildebrando
Texto - Nuno Ramos (livremente adaptado do texto 'Minha Fantasma')
Elenco - Camilo Lélis, Fabiano Persi e Michelle Barreto
Cenógrafos - Renato Bolelli e Beto Guilger
Cenotécnico - Nenê Pais
Figurinista - Paolo Mandatti
Trilha sonora original - Barulhista
Preparação Corporal e Coreografia Original - Carla Normagna
Preparação Corporal - Temporada Live | Laura Noronha
Criação de Luz - Bruno Cerezoli
Operação de Luz - Pedro Paulino
Operação de Som - Barulhista
Operação de vídeo projeções - Nando Motta
Vídeos/Projeção - Hugo Drummond e Pedro Furtado
Fotos - Samuel Mendes e Diego Souza
Filmagem e Edição - Temporada Live | La Caffetteria Produções (Ronaldo Jannotti)
Operadores de Câmera - Diego Arvate, Marcelo Villas Boas Ronaldo
Captação e Designer de áudio - Temporada Live | Barulhista
Assessoria de Imprensa - Canal Aberto | Márcia Marques
Assistência de Assessoria de Imprensa - Diogo Locci e Daniele Valério
Designer e Coordenação de Redes Sociais - Nando Motta
Tradução Inglês e Espanhol - Ana Tereza Horta Mende
Tradução Site e Material de Divulgação para Inglês e Espanhol - Michele Barreto
Produtora Executiva - Michelle Serra
Assistente de Produção Executiva - Rodrigo Nutella
Coordenação de Geral e de Produção - Nando Motta
Assistência de Produção - Elder Torres
Gestão Financeira e de Projeto - Larissa Biasolli
Contador - Alexandre Assis
Realização - Coletivo Binário e Sorella Produções

Serviço
180 Dias de Inverno
Temporada - 19, 20, 21, 26, 27 e 28 de março
Horário - sextas às 21h, sábados às18h e 21h e domingo às19h
Duração - 60 minutos
Local - transmissões do Teatro Paulo Eiró com acesso disponível pelo site aqui
As sessões dos sábados das 18h terão opção de legenda em inglês e espanhol
As sessões dos domingos terão legendas em português descritivo
Grátis
Classificação - 14 anos

Postar um comentário

0 Comentários