'Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes' ganha novo formato


Cena de 'Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes'. Foto - Mujica Saldanha

Em nova iniciativa da Umiharu, o documentário acompanha o Guia para Debate e amplia a rede de formadores de opinião

Lançado em maio de 2019, o documentário 'Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes', anuncia novo projeto: 'Mundo Sem Porteira - Debates', ampliando a rede de formadores de opinião.

Juntamente com o Guia para Debate, para baixar clique aqui, especialmente desenvolvido pela Umiharu e pela Childhood Brasil - responsável pela consultoria técnica do filme, o novo projeto amplia a abordagem do tema, tratando com muita delicadeza e respeito humano essa situação. Assim, apresenta uma visão multicausal do problema e aponta caminhos para solucioná-lo.

“Pretendemos capacitar educadores da Rede Pública de Ensino, assistentes sociais, psicólogos e interessados, por meio de mediadores especializados e encontros online, totalmente gratuitos. Nossa meta é gerar uma grande troca de experiências e avançar sobre esse tema, podendo também atingir os grupos organizados nos espaços públicos dos CEUs escolhidos, ampliando o diálogo e o comprometimento pela causa da proteção às nossas crianças e adolescentes”, adianta a cineasta Gisela Arantes, diretora e roteirista do Filme.

Cena de 'Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes'. Foto - Mujica Saldanha

Além de estimular a autoestima das vítimas de abuso e exploração sexual, 'Mundo Sem Porteira - Debates', visa incentivar a reflexão e a mudança comportamental dos públicos, sempre com uma abordagem cultural.

Sobre o Filme

Produzido pela Umiharu Produções Culturais e Cinematográficas, o filme ganhou projeção internacional. Em 2020, o curta-metragem foi contemplado com o Certificado de Excelência e o Prêmio de Melhor Fotografia no 4º Indian World Film Festival; além de receber o Prêmio de Menção Honrosa do Júri, no 8º Delhi Shorts International Film Festival, na Índia. Já neste ano de 2021, o filme recebe o prêmio de Melhor Fotografia no 8º Noida Internacional Film Festival, no Norte da Índia.

“Esse prêmio é resultado de muita dedicação e talento de nossa equipe e, em particular, do diretor de fotografia, Luís Villaça. Eu fico muito feliz porque entendo que essa obra é universal e, por outro lado, me causa angústia ver que esse tema está presente em diversas partes do mundo, não somente no Brasil”, ressalta a cineasta Gisela Arantes.

Cena de 'Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes'. Foto - Mujica Saldanha

Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes é um curta-metragem de 27 minutos que apresenta diversos depoimentos, dando voz aos caminhoneiros, às organizações para proteção, educadores, especialistas, líderes em Direitos Humanos, jovens engajados, entre outros.

O Filme, lançado em 2019, no Cine Belas Artes, em São Paulo, e disponível nos canais YouTube, Vimeo e Videocamp, é roteirizado e dirigido pela cineasta Gisela Arantes, sob a consultoria técnica da Childhood Brasil.

Com base em diversas pesquisas, incluindo as realizadas pelas Universidades Federais do Rio Grande do Sul e Sergipe, apoiadas pela Childhood Brasil, e uma série de depoimentos de mulheres que viveram a exploração sexual na infância e juventude, Mundo Sem Porteira visa despertar a consciência e inspirar a ação para que mais pessoas, empresas e organizações se somem a essa causa.

'Mundo Sem Porteira - um alerta contra a exploração sexual de crianças e adolescentes'. Foto - Divulgação/Umiharu Produções

“A linha narrativa que permeia os depoimentos se baseia na história real de Thaís. Ela revela as experiências de diversas outras meninas, que passaram pela exploração sexual, pelo abuso sexual e o abandono. Foram muitas vozes ouvidas, representadas pelo drama poético de sua trajetória”, explica Gisela.

O filme conta com músicas compostas por André Abujamra e Eron Guarnieri e imagens plasticamente belas, do diretor de fotografia Luís Villaça, que revelam o universo das estradas e seus personagens.

Assista ao documentário:

Postar um comentário

0 Comentários