Cantor e compositor Cláudio Lacerda apresenta projeto musical 'Canções para acordar o Sol'



Foto - Aline Grego

Em projeto virtual inédito que celebra a cultura campesina, o cantor se une a artistas consagrados como Neymar Dias, Toninho Ferraguti, Rodrigo Zanc, Sérgio Turcão e Thadeu Romano

'Canções para acordar o Sol', projeto inédito produzido pelo cantor, compositor, instrumentista e pesquisador Cláudio Lacerda, que conta com as participações especiais de Neymar Dias, Toninho Ferraguti, Rodrigo Zanc, Sérgio Turcão e Thadeu Romano, acontece de 04 de março à 08 de abril, quintas-feiras, sempre às 20h00, no YouTube e Facebook.

No projeto, o cantador Cláudio Lacerda apresenta canções importantes de sua discografia e recebe convidados de peso para releituras de grandes sucessos da música brasileira, influenciados pela cultura do campo. 'Canções para acordar o Sol' presta reverência a grandes compositores brasileiros, além de enaltecer a importância de nos conectarmos com a natureza para o bem das próximas gerações.

Grande defensor da cultura campesina, o artista apresenta em suas produções artísticas as inspirações e aspirações desses povos, os lamentos da vida na roça, os desafios do homem do campo, a natureza, a preservação da identidade e suas oralidades. Em 'Canções para acordar o Sol' o cantor apresenta seis espetáculos com um apanhado da música regional brasileira, sua riqueza de ritmos, incluindo canções autorais, composições de amigos, de importantes parceiros e até de compositores esquecidos ou pouco lembrados. 

A temporada começa no dia 04 de março, com o show 'Canções para Acordar o Sol', que dá nome ao projeto e ao CD idealizado por Cláudio e o jornalista Luís André do Prado, com Cláudio Lacerda, Neymar Dias e Toninho Ferragutti realizando uma homenagem a grandes compositores da MPB, que também valorizaram em suas obras, um olhar para o Brasil interior.

Foto - Aline Grego

O segundo espetáculo 'Homenagem à moda paulista', que vai ao ar no dia 11, valoriza a obra e a biografia de alguns dos maiores compositores da música caipira, por meio de releituras de seus maiores sucessos. Breves releases desses desbravadores são lembrados por Cláudio ao longo da cantoria.

Na quinta-feira seguinte, dia 18, o 'Tributo a Pena Branca e Xavantinho' presta uma homenagem com canções que foram eternizadas pela dupla que é considerada uma das mais autênticas e amadas do universo caipira. No concerto, Cláudio Lacerda e Rodrigo Zanc interpretam sucessos de Pena Branca e Xavantinho, em um repertório que transborda brasilidade.

Já  'Canções de Almir, Renato & Simões', que acontece dia 25 e presta uma homenagem aos artistas Almir Sater, Renato Teixeira e Paulo Simões, com um repertório de clássicos da carreira destes, que bem representam a música caipira contemporânea.

No dia 01 de abril, o show 'Olhos D'Água' busca sensibilizar os ouvintes, por intermédio de canções regionais, a retomar uma relação fundamental de respeito com nossos mananciais, para assegurar assim o bem estar das futuras gerações, inspirando o lado ambiental e cidadão das pessoas para questões que envolvam o uso da água e sua preservação.

A temporada termina no dia 08 de abril com 'Cantador', espetáculo com um repertório autoral de Lacerda e seus parceiros, evidenciando o compromisso que compositores contemporâneos como ele, pouco valorizados pela grande mídia, insistem em manter, para que não seja perdido o fio da meada da nossa história. Que evolui sim, como poderá ser notado, porém com raízes profundas em nossa identidade cultural.

Foto - Aline Grego

Com mais de vinte anos de estrada desenvolvendo um projeto pessoal de fomento da cultura brasileira, desde seu primeiro álbum, intitulado 'Alma Lavada', Claudio já apresentava uma mistura de ritmos regionais e influências que vão desde Renato Teixeira, Almir Sater e Paulo Simões, aos mineiros do Clube da Esquina, ao rock rural de Sá e Guarabyra, e indo mais longe, à música caipira de João Pacífico, Elpídio dos Santos, Serrinha, entre outros.

Cláudio é idealizador do projeto 'ConSertão', shows gratuitos e ao ar livre, onde ele interpreta clássicos da música caipira acompanhado por uma Orquestra Sinfônica em arranjos inéditos de Neymar Dias, que também é o solista na viola caipira. Nas duas edições do projeto foram realizados 10 concertos em cidades paulistas com público médio de 4.000 pessoas, viabilizados pelo ProAC ICMS.

O artista sempre esteve ligado à música campesina, elo reforçado no período que realizou sua graduação em zootecnia em Botucatu (SP). Deixou de exercer a zootecnia no ano de 2000 atendendo ao chamado da música. Desde então, gravou 5 CDs que contaram com participações de grandes artistas, como: Dominguinhos, Renato Teixeira, Rolando Boldrin, Pena Branca, Tinoco, Mônica Salmaso, Paulo Simões, Alzira e Tetê Espíndola, dentre outros maravilhosos artistas brasileiros. As ações fazem parte do projeto contemplado no edital ProAC Expresso Lei Aldir Blanc Nº 39/2020.

Ficha técnica
Canções para acordar o Sol
Curadoria artística - Cláudio Lacerda
Criação - Ivete Nenflidio
Comunicação - Carretel Music
Assessoria de Imprensa - Luciana Gandelini

Serviço
Canções para acordar o Sol
Temporada - de 04 de março à 08 de abril - quintas-feiras
Horário - sempre às 20h00
Local - YouTube aqui e Facebook aqui
Grátis
Classificação - livre

Postar um comentário

0 Comentários