'Terminal Só', com direção de Nelson Baskerville, reúne 24 crônicas criadas durante a pandemia


A mostra 'Solos em Confinamento', que acontece ao vivo via Sympla Streaming, é dividida em quatro atos temáticos chamados de estações

Depois da primeira edição dos 'Solos em Confinamento', com o espetáculo 'das(tripas)coração', a nova edição da mostra apresenta 'Terminal Só'. Com direção de Nelson Baskerville, 24 atrizes e atores, valendo-se da autoficção, apresentam crônicas criadas no isolamento de suas casas durante a pandemia causada pelo coronavírus.

O público é convidado a fazer uma viagem por histórias dos mais variados temas e texturas. Uma radiografia desse mundo de pandemia, extremismos, dores por mortes, dores de amores, cicatrizes e histórias fantásticas que passam pelos anos da ditadura civil militar no Brasil, violências familiares, amor ao teatro, busca das raízes, busca da identidade, a língua “brasileira”. Um trem sobre trilhos onde o espectador é convidado a viajar e ingressar em cada um dos 24 vagões da locomotiva onde em cada parada haverá apenas um artista para ingressar.

A atriz Ana Nero está na Estação 1 com 'O Fio Invisível'. Foto - Divulgação 

A mostra, que acontece ao vivo via Sympla Streaming, é dividida em quatro atos temáticos, chamados de estações: Estação 1, às 19h, Estação 2, às 20h10, Estação 3, às 21h20, Estação 4, às 22h30 - os horários são do dia 18 de dezembro, fique atento pois a cada dia as estações alternam entre esses horários.

O ingresso dá direito a assistir às quatro estações que se relacionam de maneira independente. O público fica livre para entrar na sala às 19h, 20h05, 21h10 ou 22h15 ou para assistir aos quatro atos em sequência. Caso queira assistir os atos em diferentes dias, é possível adquirir o ingresso para a nova sessão. No final, todos serão convidados a participar de uma roda de conversa com todo o elenco e diretor.

Com grande elenco, 'Terminal Só'  é o resultado da oficina 'Solos em Confinamento - Dramaturgia em pequenos formatos' criada por Nelson Baskerville especialmente para o projeto de Oficinas de Montagem Inbox Cultural. Confira abaixo a programação:

Luciana Caruso participa com 'Powerpério' da Estação 2. Foto - Divulgação

Estação 1
Segundo Ato - Camila Raffanti
Balança-Caixão - Camila Cruz
Entropia - Lucca Gussoni
Aranha Pirata - Paula Liberati
O Fio Invisível - Ana Nero
Riscos Diários - Letícia Zapata

Estação 2
Cancelada - Larissa Nunes
A Vida Como Ela Era - Juliana Robertz
O Que Sobrou?! - Juliana Mesquita
Powerpério - Luciana Caruso
Aire - Marieli Goergen
Radialista é a Mãe! - Graziela Mantoanelli

Estação 3
Pra Que Minha Mãe Me Reconheça - Ivan Alves
Tétrica - Andrea Leopoldino
Ela - Vinicius Aguiar
Ilha das Flores - Ricardo Valle
Vaca Indomada Ana Bonetti
A Estranha - Michelle Braz

Estação 4
Cavalo-Marinho - Giovanna Marcomini
Princesa - Cecília Villar
La Llorona - Naíra Gascon
Fortaleza - Simone Évanz
A Menina na Gaveta da Geladeira - Mônica Duarte
Eu Sou Atriz - Luma Duarte

Serviço
Terminal Só - Mostra Solos em Confinamento
Temporada - de 18 a 21 de dezembro
Horário - de sexta a segunda a partir das 19h
Duração - cada ato/estação dura 1h
Todos os dias o público é convidado para uma conversa após a sessão
Ingressos - R$ 10,00, R$ 20,00, R$ 30,00 e R$ 50,00
Local e compra de ingressos - Sympla Streaming (clique aqui)
Classificação - 18 anos

Postar um comentário

0 Comentários