Centro Cultural Correios SP recebe a exposição 'A Tempestade'

Fábio André Rheinheimer e a mostra 'A Tempestade', que marca a reabertura do Centro Cultural Correios SP. Foto - Juliana Baratojo

Prédio histórico no Vale do Anhangabaú reabre com a exposição 
de Fábio André Rheinheimer, que comemora os 33 anos de carreira artística

O Centro Cultural Correios está de volta à agenda das artes de São Paulo. Para marcar a reabertura, ocorrida dia 03 de dezembro, o espaço traz a mostra 'A Tempestade', do artista visual, arquiteto e curador Fábio André Rheinheimer, que segue até o dia 22 de janeiro de 2021.

Ao longo dos 33 anos de atuação nas artes, Rheinheimer participou de diversas exposições coletivas, individuais e salões de arte, apresentando obras como artista e curador. A mostra no Centro Cultural Correios SP marca a estreia com sua primeira individual na capital paulista e é fruto de um projeto de pesquisa estabelecido a partir do exercício pictórico, em que o resultado são fotografias, registros desse processo.

Obra da mostra 'A Tempestade', de Fábio André Rheinheimer. Foto - Juliana Baratojo

Esse projeto foi concebido sob referência histórica e conceitual do impressionismo e, pontualmente, “A Grande Onda de Kanagawa”, do mestre japonês do estilo ukiyo-e Katsushika Hokusai, sua expressão mais célebre.

Durante a pesquisa, que levou às obras da exposição, Rheinheimer alterou as pinturas continuamente, sobrepondo umas às outras compondo, assim, novas imagens, que surgiam e se extinguiam sucessivamente, em um processo de constante transformação. O resultado são paisagens marítimas, sob efeito de intensa agitação atmosférica, em obras com densa carga dramática.

Obra de 'A Tempestade', de Fábio André Rheinheimer, em exposição no Centro Cultural Correios SP. Foto - Juliana Baratojo 

As imagens selecionadas para a mostra são os registros dessa contínua investigação pictórica. 'A Tempestade' é composta por 13 obras impressas em tecidos diversos com grandes dimensões. Entre esses materiais estão tecidos utilizados normalmente na decoração e na moda, como Linarte, Linho Madrid e neoprene.

As fibras apresentadas em grandes dimensões, de 1,40 m por 2,30 m, dão novas cores e características às obras pela estrutura de seus fios, compondo quase que novas criações a partir das pinturas originais, em uma experiência artística completa que integra pintura, fotografia e materiais.

Serviço
Exposição A Tempestade de Fábio André Rheinheimer
Visitação - até 22 de janeiro de 2021
Local - Centro Cultural Correios SP
Endereço - Praça Pedro Lessa, s/nº, Vale do Anhangabaú - Centro - São Paulo (Metrô - Estação São Bento, saída para o Vale do Anhangabaú)
Horário - de segunda a sexta das 10h às 17h
Entrada gratuita
Acesso para pessoas com deficiência
Classificação - livre
Mais informações 11 2102-3691, e-mail aqui ou pelo site aqui

Postar um comentário

0 Comentários