'Tramas Culturais' discute o Carnaval na Casa-Museu Ema Klabin

Casa-Museu Ema Klabin conta com mais de 1500 obras e uma rica programação cultural. Foto - Divulgação

Dois especialistas falam sobre o assunto e os impactos da pandemia nessa grande Festa Popular. As inscrições estão abertas

Sem uma data prevista para a produção de uma vacina do novo coronavírus, o carnaval em 2021 foi adiado, juntamente com a possibilidade do abraço e afeto. Para falar sobre a relação entre as festas populares, sociabilidade e como o impedimento delas afeta a população e os artistas que nelas trabalham e que delas dependem, a Casa-Museu Ema Klabin promove o primeiro Tramas Culturais virtual com grandes especialistas no assunto.

Sob o título 'Carnaval e outras festas populares: impactos, memórias e cancelamentos' o Tramas Culturais acontece no dia 18 de novembro, às 17h, pela plataforma zoom. São 95 vagas, as inscrições gratuitas podem ser realizadas no site da Casa-Museu.

O encontro será ministrado pela jornalista Claudia Alexandre, ex assessora da Fundação Cultural Palmares (Brasília-DF), assessora de Comunicação do Museu Afro Brasil (SP), e da UESP (União das Escolas de Samba Paulistanas) e pelo professor da Unifesp e músico Tiaraju Pablo D’Andrea.

Desse modo, se falará sobre os impactos subjetivos do distanciamento nos artistas e em sua capacidade criativa e também sobre os impactos materiais ocasionados pela falta de trabalho e perda de renda.

De acordo com os palestrantes, tanto o carnaval quanto a pandemia revelam aspectos até então escondidos da vida íntima de uma sociedade, sejam os de natureza política, econômica, religiosa, moral, entre outras. Entretanto, se uma é marcada pela confluência de agentes, corpos e intenções; a outra é principalmente caracterizada pelo distanciamento social, o que dificulta - ou move para novas práticas - os processos já estabelecidos de elaboração de festividades populares.

Música sempre presente

A Casa-Museu Ema Klabin continua levando, por meio das redes sociais, conteúdo musical de qualidade pelo 'Programa Tardes Musicais em Casa'.

Segundo o produtor musical Thiago Guarnieri, todas as terças-feiras do mês, nas redes sociais do museu, é possível conferir um vídeo com uma música inédita de um espetáculo realizado na Casa-Museu Ema Klabin em 2019, sempre trazendo curiosidades sobre as mesmas. Entre elas: Aos Homens (Linna Karo), Duas Beiras:das barrancas do Rio São Francisco às margens do Rio Pinheiros ( Anabel Andrés e Priscila Magella)

E às quintas-feiras, dando continuidade à parceria com o projeto Violão e Ponto, o público pode conferir apresentações inéditas gravadas por violonistas direto de suas residências. O próximo será no dia 19 de novembro.

Além disso, é possível rever espetáculos completos que estão disponíveis no canal do YouTube da Casa-Museu, como: o show 'A São Paulo Caipira', que trouxe, no formato de canção, as crônicas do campo e da cidade interpretadas por Osni Ribeiro (violão e voz), Arnaldo Silva (violão e vocal) e Marcos Lopes (acordeom) e o espetáculo 'Girandêra', do grupo musical Clarianas, apresentando ladainhas que resgatam a memória das mulheres cantadeiras do Brasil.

Você pode realizar visitas virtuais no Google Arts & Culture no link aqui, ou por meio da ferramenta digital Explore, no site do museu aqui.

Serviço

Tramas Culturais: Carnaval e outras festas populares: impactos, memórias e cancelamentos
Local - plataforma zoom.
Vagas - 95
Inscrições gratuitas no site aqui

Casa-Museu Ema Klabin e Violão e Ponto
Músicas inéditas - sobem no Canal do YouTube do Museu as terças-feiras, sempre às 17 horas, Linna Karo ; Anabel Andrés e Priscila Magella
Relembre shows completos - 'A São Paulo Caipira' Osni Ribeiro (violão e voz), Arnaldo Silva (violão e vocal) e Marcos Lopes (acordeom), 'Girandêra', do grupo musical Clarianas. Shows já disponíveis no Canal do YouTube aqui
Grátis

Postar um comentário

0 Comentários