Premiado documentário 'Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou' estreia nas telonas


Dirigido por Bárbara Paz, documentário é o r
epresentante do Brasil no Oscar 2021

Hector Babenco (1946-2016) foi um cineasta que viveu e morreu realizando o que fazia sua vida ter algum sentido: a sétima arte. Em relatos marcantes sobre as memórias, amores, reflexões, intelectualidade e a frágil condição de saúde do artista, o documentário revela o quanto seu amor pelo cinema o manteve vivo por tantos anos.

“Eu já vivi minha morte, agora só falta fazer um filme sobre ela”, disse o cineasta Hector Babenco a Barbara Paz, ao perceber que não lhe restava muito tempo de vida. Ela aceitou a missão e realizou o último desejo do companheiro: ser protagonista de sua própria morte.


Nesta imersão amorosa na vida do cineasta, ele se desnuda, consciente, em situações intimas e dolorosas. Revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre vigor intelectual e fragilidade física que marcou sua vida.

Do primeiro câncer, aos 38 até a morte, aos 70 anos, Babenco fez do cinema remédio e alimento para continuar vivendo. 'Babenco - Alguém Tem Que Ouvir o Coração e Dizer: Parou' é o primeiro filme de Barbara Paz mas, também, de certa forma, a última obra de Hector - um filme sobre filmar para não morrer jamais.


Representante do Brasil no Oscar 2021, 'Babenco: Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou' estreia nesta quinta-feira, 26 de novembro, nos cinemas.

O documentário foi:
  • Vencedor do prêmio de Melhor Documentário no Festival de Veneza
  • Bisato D'Oro 2019 - Prêmio da crítica Independente no Festival de Veneza
Assista ao trailer:


Ficha técnica
Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou
Brasil | 2019 | Documentário | 75 min.
Direção - Bárbara Paz
Elenco - Hector Babenco, Willem Dafoe, Bárbara Paz
Distribuidora - Imovision
Classificação - 12 anos

Para saber onde assistir, clique aqui.

Postar um comentário

0 Comentários