A sexualidade contemporânea: muito além da anatomia


A diferença de gênero e de sexualidade é tão antiga quanto a própria psicanálise, e a Aller Editora lança o ebook Homens, Mulheres, de Colette Soler, para explicar como esse contexto permeia os dias atuais

A proibição do feminino e a liberdade masculina. A emancipação da mulher e o direito do homem de ser vulnerável. São séculos de questões que dividem socialmente os gêneros e interrompem o processo evolutivo do ser como ele mesmo. Os psicanalistas entram nessa questão armados de grandes desenvolvimentos teóricos a partir de Freud e Lacan, e a atualidade os obriga a interrogar e confrontar as evoluções dos laços sociais.

É sobre esses desafios contemporâneos que Homens, Mulheres, publicado pela Aller Editora e escrito por Colette Soler, se debruça. No decorrer das doze aulas desse seminário, a psicanalista - referência mundial em sua área - leva o leitor a refletir sobre a sexualidade do sujeito, muito além da anatomia.

Se a psicanálise tem algo a dizer, é sobre a questão da sexualidade e das diferenças entre gêneros. A descoberta do inconsciente é um tema antigo e, ao mesmo tempo, muito atual, pois, desde a origem freudiana, novos fatos da ciência apareceram em nossa civilização. Foi a partir do discurso do pai da psicanálise que se tornou possível recolher testemunhos verídicos daquilo que homens e mulheres podem formular de si mesmos.

Para o humano, a sexualidade é uma realidade discursiva, um produto dos discursos que ordenam os laços sociais. Sobre esta base se coloca a questão da clínica diferencial, posto que cada sujeito se relaciona de forma única. Os discursos são diversos, o que faz deste um problema em tempos de globalização.

Mais além dos ideais, os valores da sociedade não regulam outra coisa que as condutas de corpos, e isso desde as roupas no espaço público até as práticas mais íntimas de poder religioso e sexual. Foi preciso a ciência para universalizar o sujeito, fazendo nascer a vontade por lutas de emancipação, e para que nascer mulher se tornasse um tema debatido em sociedade.

Sobre a autora

Foto - Divulgação

Colette Soler pratica a psicanálise e a ensina em Paris. Agrégrée da universidade em filosofia, diplomada em psicopatologia e doutora em psicologia. Foi seu encontro com o ensino e a pessoa de Jacques Lacan que a fizeram escolher a psicanálise. Foi membro da antiga Escola dissolvida por Jacques Lacan em 1980 e, após a cisão com a Associação Mundial de Psicanálise (AMP) em 1998, esteve na origem do movimento dos Fóruns do Campo Lacaniano e de sua escola Internacional de Psicanálise. É autora de Lacan, Leitor de Joyce, também publicado pela Aller Editora.

Ficha técnica
Homens, Mulheres
Autora - Colette Soler
Editora - Aller Editora
Páginas - 233
Preço - R$ 39,90
Para mais informações e comprar clique aqui

Leia também:

Postar um comentário

0 Comentários