Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba leva ao streaming seleção especial de filmes

Sol Alegria

Oito produções exibidas em edições anteriores do festival estarão disponíveis por 30 dias na plataforma da MUBI, com estreias de 03 a 10 de junho. A plataforma pode ser acessada via web, Amazon Fire TV, Apple TV, LG e Samsung Smart TVs e também nos dispositivos móveis Apple e Android

Em parceria com o Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba, a plataforma de curadoria e streaming de filmes MUBI apresenta de 03 a 10 de junho a programação especial Festival Olhar de Cinema, com estreias de oito títulos presentes em edições anteriores do festival. As produções estarão disponíveis na plataforma da MUBI por um período de 30 dias, a partir de sua data de estreia. Realizado desde 2012, o Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba é um evento independente que acontece em todo mês de junho na capital do Paraná.

Os filmes, um para cada dia do festival, entre longas-metragens, curtas e documentários, foram criteriosamente selecionados para oferecer o melhor do Olhar de Cinema ao público da MUBI. São produções de diretores consagrados e novos talentos brasileiros (Affonso Uchôa, Eliza Capai, Carlos Fausto, Leonardo Sette, Takumã Kuikuro, Tavinho Teixeira, MariahTeixeira); coproduções entre Brasil, Espanha e Alemanha (Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr), Brasil e Espanha (Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina), Portugal (Joaquim Pinto), Estados Unidos (Joshua Bonnetta e J.P. Sniadecki ) e Alemanha (Julian Radlmaier).

Espero a tua (re)volta

"É um prazer receber em nossa programação um especial do Festival Olhar de Cinema, com quem estamos construindo uma relação muito bacana desde a edição de 2019, quando nosso VP de Conteúdo foi júri do festival e pudemos conhecer um pouco mais sobre sua história. Dentre inúmeros filmes incríveis de diretores talentosos que já passaram pelo festival, nossos curadores escolheram alguns títulos nacionais e internacionais que imprimem o DNA MUBI e têm uma mensagem significativa a ser passada neste momento”, afirma Juliana Barbieri, Country Manager, MUBI Brasil.

“Esperamos que esse especial na MUBI possa dar a visibilidade que o festival merece e atrair novos parceiros, para unir forças e permitir que a edição 2020 aconteça no final do ano”, completa a executiva.

Girimunho

"Sentimos que não podemos deixar a data original da edição 2020 do festival passar despercebida. Muitos esforços e vontades estavam mobilizados para celebrarmos a nona edição e queríamos ainda dividir isso com nosso querido público. Decidimos celebrar este momento fazendo aquilo que mais nos motiva: compartilhar os olhares especiais de cada um dos filmes. Escolhemos trazer filmes memoráveis de edições passadas para relembramos os melhores tempos que já passamos, e nos mantermos com a força para seguir adiante. Entendemos que o festival e a MUBI estão nesta mesma sintonia com os filmes, mesmos cuidados e vontades. A MUBI é o espaço adequado para os filmes que já passaram pelo Olhar de Cinema após sua trajetória pelos festivais. Faz todo sentido, hoje, continuarmos a cultivar a parceria que começou em 2019. Acreditamos que é um lugar em que os filmes vão continuar a crescer na busca pela comunicação com o público”, declaram Antonio Gonçalves Jr e Eugenia Castello, diretores do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba.

Confira as datas e os filmes que farão parte do especial Festival Olhar de Cinema na MUBI:

Girimunho
Brasil/Espanha | 2011
Data - 03 de junho - quarta-feira
Longa de estreia dos brasileiros Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina, e já exibido nos festivais internacionais de Veneza, Toronto e Rotterdam.

A Vizinhança do Tigre
Brasil | 2014
Data - 04 de junho - quinta-feira
Filme de Affonso Uchôa, vencedor da Mostra de Cinema de Tiradentes em 2014 e também exibido na Viennale em 2019, é uma tocante narrativa sobre o cotidiano de quatro jovens do bairro Nacional, em Contagem (MG).

As Hiper Mulheres

Um Conto de Inverno Proletariado
Alemanha | 2014
Data - 05 de junho - sexta-feira
Longa de estreia de Julian Radlmaier. Um castelo, uma coleção de obras de arte e um fabricante de armas. O filme aborda, de forma cômica, a sociedade de classes que vivemos e as formas de ignorar seus limites. Já exibido nos festivais internacionais de Rotterdam e de Viena.

As Hiper Mulheres 
Brasil | 2011
Data - 06 de junho - sábado
De Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takuma Kuikuro. Realizado por cineasta indígenas do Alto Xingu, o documentário foi selecionado para a Mostra Competitiva do Festival de Gramado em 2011, além de ter conquistado o Prêmio Especial do Júri. Com uma abordagem sensível e pessoal, a obra nos leva para dentro da comunidade indígena e de seu maior ritual feminino, o Jamurikumalu.

Sol Alegria
Brasil | 2018
Data - 07 de junho - domingo
Pastores ocupam os principais cargos políticos do país, o apocalipse está próximo e uma excêntrica família comete um atentado e se refugia na sede da falange Sol Alegria, comandada por freiras nada convencionais. O longa, de Tavinho Teixeira, foi selecionado para a 42° Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, além de já ter sido exibido nos festivais internacionais de Rotterdam e Hamburgo, e no Queer Lisboa.

Espero a tua (re)volta
Brasil | 2019
Data - 08 de junho - segunda-feira
Vencedor dos prêmios Peace Film Award e Amnesty International Film Prize na Biennale, o documentário, de Eliza Capai, é um poderoso retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir de 2015 e ocupou escolas estaduais por todo o Brasil.


A Vizinhança do Tigre

El mar la mari
Estados Unidos | 2017
Data - 09 de junho - terça-feira
De Joshua Bonnetta e J.P. Sniadeck. Com paisagens filmadas em 16mm pela janela de um veículo em movimento, é um documentário que aborda os perigos que imigrantes mexicanos enfrentam ao atravessar o deserto de Sonora para chegar aos Estados Unidos. Vencedor do Prêmio Caligari e de uma Menção Honrosa na Biennale em 2017.

E agora? Lembra-me
Portugal | 2013
Data - 10 de junho - quarta-feira
Premiado no Festival de Locarno 2013 e exibido em Rotterdam, é uma reflexão sobre o tempo e a luta de uma pessoa para continuar vivendo e aproveitando a vida. Com um olhar intimista e extremamente pessoal, o diretor português Joaquim Pinto convida a conhecer a rotina de quem luta há quase 20 anos com HIV e com a hepatite C.

Serviço
Especial Festival Olhar de Cinema na MUBI
Estreias de 03 a 10 de junho
Filmes disponíveis por um período de 30 dias, a partir da data de estreia
Para mais informações clique aqui

Postar um comentário

0 Comentários