Casa-Museu Ema Klabin tem novidades na quarentena

Adicionar legenda

Casa-Museu apresenta uma rica programação cultural a distância que vai desde um tour virtual pelas obras do museu , exposições, concertos pelo canal do youtube, até acessos gratuitos a publicações, incluindo um Caderno inédito com Receitas de Ema Klabin

Nessa época de distanciamento social, museus e espaços culturais estão temporariamente fechados. Pensando em minimizar os efeitos do confinamento, a Casa-Museu Ema Klabin, localizada no Jardim Europa em Sampa, lançou o projeto #CasaMuseuEmCasa com uma programação cultural virtual. Estão disponíveis no site aqui uma série de ações online para levar informação, cultura, reflexão e diversão ao público.

De acordo com o curador da Casa-Museu, o arquiteto Paulo Costa, o site contará com exposições virtuais, jogos educativos, concertos no canal do Youtube, podcasts, entre outros. “Essas ações incluem tanto conteúdos abordados em anos anteriores, quanto material inédito que está sendo produzido neste período de isolamento, dentro da temática de 2020 “Outras Narrativas”, explica o curador.

Sendo assim, é possível realizar visitas virtuais para conhecer a Casa-Museu, no Google Arts & Culture no link aqui, ou por meio da ferramenta digital Explore, no site do museu aqui.

Rio de Janeiro de Tarsila do Amaral (1923). Foto - Divulgação

Caderno de Receitas de Ema Klabin

E quem está em casa pensando em fazer algo especial em suas refeições, pode experimentar uma das aclamadas receitas do caderno de Ema Klabin. É só fazer um download da publicação inédita “Caderno de Receitas de Ema Klabin” . A publicação foi criada a partir de pesquisa, encontros, cursos e palestras sobre gastronomia, que aconteceram na Casa-Museu idealizados por Janka Babenco.

Entre as receitas, pratos da cozinha paulista como paçoca de carne-seca, da culinária francesa como o Supreme de Frango à Kiev e também da culinária judaica como patê de ovos.

Para mais informações e download clique aqui.

Exposição virtual Porcelana Europeia da Coleção de Ema Klabin.


Além da culinária, será possível visitar virtualmente a Exposição Porcelana Europeia da Coleção de Ema Klabin. A mostra virtual traz uma seleção de 39 peças das manufaturas de Sèvres, Berlim, Viena, Meissen, Limoges, Coalport, entre outras, e busca narrar a fascinante história da porcelana europeia.

Xícara com tampa e pires. Manufatura de Porcelana de Sèvres André Vincent Vieillard pinturas Sèvres, França 1765. Foto - Isabella Matheus

Muitas dessas porcelanas fizeram parte dos jantares organizados por Ema klabin, com a presença de figuras ilustres da cultura e sociedade brasileira como o maestro João Carlos Martins. O público ainda pode fazer o download do catálogo dessa exposição gratuitamente aqui.

Grafite

Também é possível curtir a exposição Online: “Fragmentos” que faz uma retrospectiva da série Backdrop Grafite. Realizar o download do volume um da Revista Cadernos da Casa-Museu com a temática “Mulheres e seus Saberes”, e das publicações: “A Casa da Rua Portugal” (2014) que conta a história do bairro Jardim Europa e da construção da Casa de Ema Klabin (clique aqui). E do livro “A coleção Ema Klabin”, que marca os dez anos da instituição (clique aqui). 

Retrato de Multada de Di Cavalcanti (1955). Foto - Manu Costa

Tardes Musicais

Para quem curte uma boa música, vale a pena conferir o canal do YouTube da Fundação Ema Klabin (clique aqui). São vários vídeos com apresentações da série Tardes Musicais, encontros com grandes artistas e música de qualidade.

Sobre a Casa-Museu Ema Klabin

Antiga residência da colecionadora e mecenas Ema Klabin (25/01/1907 - 27/01 /1994), a Casa foi convertida em espaço cultural com um acervo que abrange mais de três mil anos de história da arte.

A cada cômodo da Casa inspirada no Palácio de Sanssouci (Alemanha), e projetada por Alfredo Ernesto Becker em meados dos anos 50, o visitante se depara com obras de grandes mestres da arte. Só para se ter uma ideia, na sala de música há duas obras de Marc Chagall: No Campo (à la Campagne - França - 1925) e Noivos Com Trenó e Galo Vermelho (França, 1957).

Foto - Henrique Luz

No quarto de hóspedes o quadro de Tarsila do Amaral “Rio de Janeiro” (Brasil, 1923); na sala de jantar obras de Mestre Valentim (Brasil, séc. XIX). No quarto principal um quadro de Cândido Portinari, Galos (Brasil, 1940) e um de Di Cavalcanti, Retrato Feminino (Brasil, 1955). Na galeria dois quadros de Frans Post: Vista de Olinda, (Holanda, 1650) e Igreja de São Cosme e São Damião (Holanda, séc. XVII). Seu jardim foi projetado pelo paisagista Burle Marx.

A Casa-Museu é localizada na Rua Portugal, nº 43, no Jardim Europa, em São Paulo. Saiba mais acessando o site aqui ou a página do Facebok aqui.

Postar um comentário

0 Comentários