Os 4 principais benefícios de saber perder


Escritor Antoine Abed, na obra Ensaio Sobre a Crise da Felicidade, mostra a importância de evitar enfrentamentos desnecessários e focar no que realmente importa

Resiliência é a palavra do momento. Em meio aos desafios diários e a frenética transformação na sociedade, uma pessoa resiliente consegue suportar a dor que a vida impõe diariamente e desenvolver maior equilíbrio emocional durante situações de estresse. Mas, será que devemos sempre ser resilientes?

Para o professor e escritor Antoine Abed, a resposta é talvez. Em seu livro Ensaio Sobre a Crise da Felicidade, o autor dedica um capítulo ao conceito de saber perder, como complemento à resiliência. Segundo Abed, há momentos em que é preferível desviar de determinadas situações ao invés de enfrentá-las.

"Somos livres o suficiente para perder e, mesmo assim, ter a capacidade de mudar-nos adequar a fim de acumular experiências que nos tragam sucesso no futuro", Ensaio Sobre a Crise da Felicidade pág. 52

Conheça mais sobre esta perspectiva com os quatro principais benefícios de saber perder e focar no que realmente importa. Confira abaixo.

Evitar a dor e o sofrimento
Antever uma situação crítica que está prestes a ocorrer é uma forma de evitar problemas iminentes, dos quais não há mais saída para resolver. É preferível reconhecer o momento certo para desviar de situações desagradáveis e focar sua caminhada no desenvolvimento das virtudes.

O importante não é o agora
O conceito de saber perder é entender que o urgente talvez não seja tão importante e precise ser resolvido imediatamente. Tudo é uma questão de escolha. Por vezes, é preferível perder algo a virar refém da dor.

Ficar no controle da situação
A pessoa que está disposta a perder é parte ativa de uma negociação na tentativa de controlar uma situação que não lhe favorece. Não aceita passivamente as forças externas que o pressionam e busca sempre encontrar a melhor saída possível.

Perceber o timing do fato
É preciso compreender que, na resiliência, não há mais o que possa ser negociado e evitado; o indivíduo não é mais o senhor das suas atitudes. Já quem sabe perder permanece no comando, o que garante a sua individualidade e liberdade.

Leia também:
O que você está esperando para ser feliz?

Postar um comentário

0 Comentários