Liberadas as primeiras imagens da série Ninguém Tá Olhando

Foto - Aline Arruda / Netflix
Victor Lamoglia, Kéfera Buchmann e Júlia Rabello estrelam comédia irreverente criada e dirigida por Daniel Rezende. A estreia está marcada para 22 de novembro

A Netflix liberou hoje as primeiras imagens de Ninguém Tá Olhando, série original brasileira que estreia no dia 22 de novembro, globalmente, com Victor Lamoglia (Parafernalha), Júlia Rabello (Porta dos Fundos), Kéfera Buchmann (É Fada!), Leandro Ramos (Choque de Cultura), Danilo de Moura (Tim Maia - Vale Tudo, o Musical) e o cantor Projota (Carcereiros) no elenco, entre outros.

Os oito episódios da série criada e dirigida pelo premiado diretor Daniel Rezende (Bingo, o Rei das Manhãs, Turma da Mônica - Laços) e produzida pela Gullane contam uma história universal - sobre anjos da guarda - de maneira bem-humorada e inusitada. Para começar, esqueça tudo o que se sabe sobre anjos. O termo correto é Angelus. A reinvenção dos seres vai além: de camisa e gravata, é assim que os Angelus, com asinhas discretas, saem para trabalhar e proteger os humanos. A jornada hilária acaba explorando as questões mais complexas da humanidade.

Foto - Aline Arruda / Netflix
Na trama, Uli (Victor Lamoglia) é o mais novo Angelus no 5511° Distrito. Sob a tutela dos veteranos Greta (Júlia Rabello) e Chun (Danilo de Moura), e o olhar implacável do inspetor Fred (Augusto Madeira), ele aprenderá as regras do Sistema Angelus e os castigos para quem desobedecê-las. Incapaz de aceitar as ordens arbitrárias do chefe, Uli decide ajudar os humanos por conta própria, entre eles a cativante Miriam (Kéfera Buchmann), o veterinário Sandro (Leandro Ramos) e Richard (Projota), um homem que teve o coração partido. Em poucas horas, o novato quebra todas as regras. Mas, para sua surpresa, não é punido. Será que o chefe está realmente de olho?

Ninguém Tá Olhando é uma criação de Daniel Rezende, Teodoro Poppovic e Carolina Markowicz. O roteiro é assinado por Mariana Trench Bastos, Mariana Zatz, Leandro Ramos, David Tennenbaum, Cauê Laratta, Felipe Sant'Angelo e Rodrigo Bernardo. Sob a direção geral de Rezende, que também assina como showrunner, a série é dirigida por ele mesmo, Fernando Fraiha e Marcus Baldini. Os produtores e irmãos Caio Gullane e Fabiano Gullane colaboram com a Netflix pela primeira vez.

Foto - Aline Arruda / Netflix
Sobre o Diretor

Daniel Rezende começou no cinema editando “Cidade de Deus”, onde foi indicado ao Oscar e ganhou o Bafta pelo filme, na mesma categoria. Ainda como editor, ele assina trabalhos como “Diários de Motocicleta” e “Água Negra” de Walter Salles, “Tropa de Elite 1 e 2”, “Robocop” e “7 dias em Entebbe” de José Padilha, “Ensaio Sobre a Cegueira” e “360”, também de Fernando Meirelles, e “A Árvore da Vida” de Terrence Mallick. Como diretor, seus trabalhos incluem as séries “Fora de Controle” para a TV Record, “O Homem da Sua Vida” para a HBO e “O Mecanismo” para a Netflix.

No cinema, seu primeiro longa-metragem “Bingo, o Rei das Manhãs”, com Vladimir Brichta no papel principal, levou 8 prêmios no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018, incluindo melhor filme. Em 2019, lançou a primeira adaptação em live-action dos personagens de Mauricio de Sousa no filme “Turma da Mônica - Laços”, que fez mais de 2 milhões de espectadores nos cinemas.

Foto - Aline Arruda / Netflix
Sobre a Produtora

Em 1996, os irmãos Caio Gullane e Fabiano Gullane fundaram a Gullane, hoje somando mais de 45 filmes com destaque no Brasil e no exterior, 30 séries de televisão, inúmeros especiais e documentários. "Carandiru", “Bicho de Sete Cabeças”, “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”; a franquia “Até que a Sorte nos Separe”; “Que Horas ela Volta?”, "Como Nossos Pais”, "Bingo, o Rei das Manhãs”; as séries “Alice” (HBO), "Unidade Básica" (Universal), “Carcereiros” (TV Globo) e “Irmãos Freitas” (Space e Amazon) são algumas das obras realizadas pela Gullane nos últimos anos.

Em 22 anos, caracterizada por sensibilizar e movimentar reflexões através de suas histórias, a Gullane já acumulou mais de 500 prêmios e nomeações em sua carreira, além de ter seus projetos reconhecidos nas seleções oficiais dos festivais mais importantes do mundo como: Cannes, Berlim, Sundance, Toronto, Veneza e o Emmy.

Para mais informações obre a série  clique aqui.

Postar um comentário

0 Comentários