NOZ encerra trilogia com novo single "Dopamina"


A banda NOZ, formada por Nicolas Barone, Vyni Takahashi e Gabriel DeLucca, lançou, na sexta-feira 06 de setembro, o novo single e clipe “Dopamina”, que encerra a trilogia iniciada com a canção de estreia “Seu Dom” e continuada com o mais recente lançamento, “Causiane”. Em “Dopamina”, os três artistas mostram uma outra faceta, em uma canção que traz intensidade e discurso mais maduro.

O clipe oficial, que contou com a direção de Júlio Loureiro, acompanha a história da canção, que é um desfecho para “Seu Dom” e “Causiane”. No primeiro vídeo, a personagem Fabiane, interpretada pela atriz e youtuber Raissa Chaddad, flagra o namorado dançando, em uma festa, com a personagem interpretada pela dançarina e coreógrafa Tay Smith, do FitDance.

O casal, então, rompe e se reencontra no clipe de “Causiane”, que faz referência ao nome da personagem de Raissa e se passa em uma festa. No evento, o ex casal ensaia uma reaproximação, até que a personagem da dançarina Tay Smith interrompe o momento.

Em “Dopamina” vemos a conclusão da história. O clipe conversa com a letra da canção e mostra, em um visual mais sombrio, o personagem principal perdido em meio a lembranças da ex namorada. O final, assim como na vida real, nem sempre é feliz.

Sobre a faixa, Vyni conta: “´Dopamina´ é, até o momento, nosso som mais maduro. Tem uma sonoridade completamente diferente de ´Causiane´ e ´Seu Dom´. É uma música com uma batida diferente e uma letra muito legal. Apesar do discurso mais maduro, é uma música que continua com a nossa proposta, de ser um som pra todo mundo”.

DeLucca completa: “´Dopamina traz uma pegada completamente diferente do que a gente propôs nas duas outras músicas. Apresenta a gente para um público um pouco mais maduro e mostra nossa diversidade, que podemos fazer tanto um Funk batidão, como um Funk mais Trap, que é o que ela propõe. Mostra que a gente representa a música urbana, também. É a minha preferida e acredito muito nessa música”.

“´Dopamina´ muda um pouco o que a gente vem fazendo, que é o Pop Funk. Estou muito ansioso para ver a reação do público, porque desde sempre ouvi muitas ´love songs´, gosto muito, e agora é uma honra poder cantar uma. Espero que nossos fãs curtam!”, finaliza Barone

Sobre a banda

Apenas três letras nomeiam a união desses talentos: Nicolas Barone, 16 anos, Vyni Takahashi, 21 anos, e Gabriel DeLucca, 21 anos. NOZ é o nome do grupo formado pelos três, que assinou com a Sony Music para movimentar o cenário Pop Funk com composições autênticas e atuais, além de carisma e talento de sobra. Um desafio e tanto.

Nicolas Barone, o caçula do grupo, já fez trabalhos como ator e modelo e ficou conhecido a partir de seu canal no YouTube, quando um de seus vídeos viralizou e chegou a mais de 2 milhões de views. Hoje, seu canal já passa os 725 mil inscritos e 23 milhões de visualizações.

Já Gabriel DeLucca sempre transitou pela música, especialmente a partir de suas composições, que foram notadas por produtores do universo Sertanejo, onde escreveu alguns trabalhos. Além de tocar com os amigos e participar de festivais, DeLucca assinou a trilha sonora e a direção musical da peça de teatro “Somos Todos Tão Jovens”, que estreou em 2018.

Vyni Takahashi também começou a trajetória artística desde cedo, com aulas de dança e teatro. Com talento para o canto, seus covers o levaram a se apresentar em diversos programas infantis. A dublagem de filmes e séries é outra de suas aptidões. Ele também já atuou em filmes, teatro e TV, onde participou de novelas como “Carrossel”, “A Patrulha Salvadora” e “As Aventuras de Poliana”.

Na NOZ, além da determinação ao entregar um projeto autêntico, a expectativa desses três talentosos jovens que se uniram pela música é de muito trabalho, com uma pitada de diversão. O grupo conta com a produção de áudio e conceito musical da KLAP, referência do Funk paulistano, que já trabalhou com nomes como Jerry Smith, MC WM, Kekel, Hungria Hip Hop e produziu projetos de Lucas Lucco e Pabllo Vittar.

A depender de DeLucca, Barone e Vyni, o cenário Pop Funk já tem uma nova boyband para chamar de sua.


Nenhum comentário