Confira o trailer oficial de Irmandade serie estrelada por Seu Jorge e Naruna Costa

Para mais informações sobre a serie clique na imagem.

A série de oito episódios, criada por Pedro Morelli, foi produzida pela O2 e estreia dia 25 de outubro

A Netflix lançou o trailer oficial de Irmandade, série de oito episódios produzida pela O2 Filmes. O vídeo apresenta a história de Cristina (Naruna Costa), Edson (Seu Jorge), Darlene (Hermila Guedes), Ivan (Lee Taylor), Andrade (Danilo Grangheia), Carniça (Pedro Wagner) e Marcel (Wesley Guimarães), entre outros personagens, mostrando como suas vidas acabam interligadas pelo crime.

A narrativa de Irmandade é contada pelo ponto de vista de Cristina e Edson, dois irmãos que vivem em realidades tão diferentes e ao mesmo tempo tão próximas. Cristina, uma advogada honesta e dedicada, descobre que Edson, seu irmão que foi preso quando ela ainda era criança, é hoje o líder de uma facção criminosa em ascensão - conhecida como “Irmandade”.

Para salvar a própria pele após cometer um crime, ela é forçada pela polícia a virar informante e trabalhar contra o próprio irmão. Ao se infiltrar na Irmandade, numa missão arriscada e perigosa, ela entra em contato com seu lado mais sombrio, e começa a questionar suas próprias noções de Justiça.

Criada por Pedro Morelli, que também assina a direção-geral, Irmandade tem produção de Andrea Barata Ribeiro e Bel Berlinck e conta com Felipe Sant'Angelo como roteirista-chefe. Irmandade tem estreia global na Netflix no dia 25 de outubro. Confira o trailer:

Sobre a serie


Ambientado na cidade de São Paulo dos anos 90, o thriller conta a história de Cristina, uma advogada honesta e dedicada que descobre que seu irmão Edson está preso e lidera uma facção criminosa em ascensão - conhecida como “Irmandade”. Ela é forçada pela polícia a virar informante e a trabalhar contra o irmão, que não vê há anos. Ao se infiltrar na Irmandade, numa missão arriscada e perigosa, ela entra em contato com seu lado mais sombrio, e começa a questionar suas próprias noções de Justiça.

Nenhum comentário