Centro de Portugal para art lovers

Arte urbana - Intervenção artística do artista português Halfstudio nas ruas de Covilhã. Foto - Turismo do Centro de Portugal
Da cerâmica à arte urbana, região portuguesa guarda muitos tesouros culturais

Amantes da arte têm muito a explorar em Portugal, seja em suas grandes cidades ou nas pequenas vilas repletas de história. A região do Centro, por exemplo, guarda diversos tesouros artísticos em seu território.

Em Aveiro, a 75 quilômetros da cidade do Porto, a Art Nouveau ganha destaque. Esse estilo, marcado por curvas impactantes, estava em alta quando Aveiro atingiu seu apogeu econômico, e pode ser visto em vários lugares, inclusive a bordo dos charmosos moliceiros, embarcações típicas que circulam por suas ruas. Além das múltiplas construções com arquitetura característica, há o Museu da Arte Nova, que garante muitas reflexões sobre esta revolução artística.

 Aveiro - Art Nouveau. Foto - Turismo do Centro de Portugal
A 15 minutos de Aveiro está Ílhavo e o fabuloso complexo turístico da Vista Alegre, uma das porcelanas mais cobiçadas do mundo. O complexo reúne fábrica, museu, loja e até um hotel temático. Mas é na fábrica e no museu que se pode ver de perto toda a história desta marca, que possui mais de cem anos, desde os primeiros fornos usados até o local onde as peças são pintadas atualmente. O cuidado e carinho com cada item são visíveis, e o resultado final é de tirar o fôlego.

Vista Alegre: Pintura de peças. Foto - Turismo do Centro de Portugal
Mais ao sul, em Caldas da Rainha, fica a fábrica da Bordallo Pinheiro, que levou a arte às cerâmicas portuguesas. Por meio de seu talento com a argila, este renomado artista português do século 19 criou obras que se tornaram referência artística em todo o mundo. Na fábrica que leva seu nome, é possível ver de perto peças decorativas repletas de cor e que demonstram a incrível criatividade de Bordallo.

Bordallo Pinheiro: Sardinhas. Foto -  Divulgação
Quem prefere expressões artísticas contemporâneas vai se encantar pela arte urbana da região, que tem obras incríveis espalhadas por vários destinos. No Centro de Portugal, os grafites misturam-se ao cotidiano das cidades, transformando a região em um verdadeiro festival de cores que encanta turistas e moradores.

Aveiro - Art Nouveau. Foto - Turismo do Centro de Portugal
Em Leiria, a 1h30 de Lisboa, pinturas de Sílvia Patrício ilustram os principais fatos de O Crime do Padre Amaro, clássico de Eça de Queiroz. Covilhã, por sua vez, é um verdadeiro centro de arte urbana: por lá, muros e casas se tornaram telas prontas para grandes artistas, o que a levou a sediar o excelente Wool Festival, dedicado exclusivamente à arte urbana. Outros destinos que têm muito a oferecer aos amantes de street art são Figueira da Foz, Estarreja e Viseu.

Sobre o Centro de Portugal

A mais charmosa região portuguesa é cheia de destinos populares: Aveiro, Coimbra, Viseu, Nazaré, Óbidos, Tomar, Fátima e tantos outros. Suas belezas se estendem por todo o território - ocupado por 2,3 milhões de habitantes que têm o dom de bem receber. O Centro de Portugal possui inúmeros patrimônios da UNESCO, um litoral que é um paraíso do surfe, aldeias históricas, gastronomia riquíssima, vinhos inesquecíveis, natureza exuberante e muita cultura, que se somam a incontáveis motivos para uma visita. A principal cidade, Coimbra, está a apenas 200 quilômetros de Lisboa e a 135 quilômetros do Porto.

Para conhecer um pouco mais sobre essa região clique aqui.

Postar um comentário

0 Comentários