Instituto de Leitura Quindim ganha novo espaço

 Foto - - Jéssica De Carli

Sob o comando dos escritores Volnei Canônica e Roger Mello, o espaço funcionará no Moinho da Cascata e vem para aprimorar ações do Centro de Leitura Quindim em atividade desde 2014

Os moradores de Caxias do Sul e região, receberão um grande presente no final do mês de novembro deste ano: é o Instituto de Leitura Quindim (ILQ) que abre suas portas no Moinho da Cascata, a convite do Grupo Teatral Ueba, para levar mais literatura e outras expressões artísticas à vida das pessoas. Sob o comando dos escritores Volnei Canônica e Roger Mello, o espaço vem para aprimorar as ações que o Centro de Leitura Quindim já realizava desde 19 de setembro de 2014. 



Até então, os contatos com leitores se restringiam ao ambiente virtual e a eventos relacionados ao livro e à leitura. A contar do dia 30 de novembro de 2018, graças a uma parceria inédita com o Centro Cultural Moinho da Cascata e o Grupo Teatral Ueba Produtos Notáveis, o novo lar nasce numa estrutura cuidadosamente pensada pela arquiteta Jéssica De Carli e que abrigará Biblioteca com mais de 5 mil livros, Centro de Estudos e Pesquisas e Livraria.

Segundo a arquiteta Jéssica De Carli, o projeto Quindim está inserido no complexo do Moinho da Cascata, antigo moinho que fez parte da evolução histórica de Caxias do Sul e região. “Hoje, a edificação é um ponto de arte e cultura, e tombada pelo Patrimônio Histórico. Além de respeitar o valor histórico da edificação, o projeto contribui para o entendimento das crianças sobre esse valor e as memórias afetivas de locais com tamanha relevância arquitetônica. Ao mesmo tempo que valoriza o seu entorno, cria um ambiente lúdico e acolhedor”, ressalta a arquiteta.



Para a inauguração do ILQ no Moinho da Cascata (Rua Luiz Covolan, 2820, bairro Santa Catarina, em Caxias do Sul/RS), estão sendo organizadas diversas atrações artísticas e culturais gratuitas e abertas à comunidade que se estenderão do dia 30 de novembro a 02 de dezembro de 2018. A programação completa, com apoio de vários parceiros, será divulgada em meados de novembro.

O Instituto de Leitura Quindim nasce do desejo de pensar o “ecossistema do livro” tendo o leitor e a leitora, em especial o público infantil e juvenil, como núcleo central desse processo que ajuda a humanizar o dia a dia e a história de diferentes populações. “A materialização de um espaço de referência que envolva a família e todos que promovem a leitura é a concretude de que a biblioteca é o local mais democrático e precisa ser valorizado. Desde 2014, estamos trabalhando na idealização do Instituto, que busca contribuir para equacionar as dificuldades que temos de construir um Brasil de leitores e também de nos tornamos referência para outros países”, explica o presidente do ILQ, Volnei Canônica, que é ator, diretor de teatro, relações públicas, ex-diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas e ex-secretário executivo do Ministério da Cultura.

O ILQ estará aberto aos estudos acadêmicos e literários, à educação, à brincadeira, à cultura e à expressão artística feita e propagada por todas as nações. “Um lugar de estímulo à conexão da arte literária narrativa, do livro e da leitura em todas as suas formas e possibilidades, conectando crianças, jovens, artistas, ilustradores, designers, escritores, promotores de leitura bibliotecários, amantes do livro, de todos os cantos do mundo, devolvendo ao livro para crianças e jovens a possibilidade de uma utopia de convivência em uma biblioteca viva, pulsante. Um panóptico, um centro de discussão em expansão com representação de todo o mundo para ele minar fronteiras através da arte”, complementa o vice-presidente do ILQ, Roger Mello, que é ilustrador, escritor, designer, dramaturgo, diretor de teatro, vencedor do Prêmio Hans Christian Andersen 2014 - categoria Ilustrador e autor do nome do ILQ.

O Instituto de Leitura Quindim será dirigido pela cidadã caxiense, ex-coordenadora de várias feiras do livro, agente da arte e da cultura na cidade e experiente professora Luiza Helena Darsie da Motta. Ela e toda equipe de gestão e de voluntários estarão empenhados em “garantir o direito à educação e à cultura, por meio da formação de leitores e da promoção do livro, da leitura, da literatura e das bibliotecas públicas no Brasil e no Exterior”, missão que o ILQ assume com o coração solidário, pois é uma entidade sem fins lucrativos e apartidária.

Espaços que integram o Instituto de Leitura Quindim - ILQ

Biblioteca

Um acervo com mais de 5 mil títulos nacionais e internacionais premiados em diferentes línguas, como inglês, espanhol, árabe, português, russo, chinês, coreano, japonês, africano, entre outras. São os melhores livros infantis, juvenis e teóricos escolhidos por especialistas. É uma biblioteca inclusiva, de referência e com acervo de qualidade.



A questão de acessibilidade só foi possível graças a uma parceria com a Ong Mais Diferenças. “É uma alegria ver nascer um espaço dedicado ao livro, à leitura e à literatura acessíveis e inclusivos. A Mais Diferenças acredita que o mundo deve estar disponível para todos e, para tanto, é fundamental encontrar parceiros que assumam o compromisso de inventar modos e maneiras de faze-lo”, conta Carla Mauch, coordenadora geral da Mais Diferenças.

Haverá prestação de serviço público por meio de empréstimos de livros para a comunidade e programação que atenda as demandas, principalmente, dos jovens leitores.

Centro de Estudos e Pesquisas
Centro de estudos e pesquisa sobre infância e juventude com a intenção de produzir conhecimento e formação nas áreas de abrangência da literatura e suas concepções estéticas e de fruição. Produção de livros, revistas e artigos com o intuito de discutir, promover e divulgar assuntos pertinentes à infância, à educação, à cultura e à formação de leitores.

Livraria
Espaço de aquisição de livros infantis, juvenis e teóricos de qualidade, além de produtos que estimulem o imaginário, o incentivo à leitura e o seu valor simbólico.

Comentários


Fque por dentro