Cia Imago faz temporada de A Flauta Mágica no Teatro Alfa

Foto - Fernando Anhê

Baseado na obra homônima de Mozart e Schikaneder, espetáculo infantil da premiada Cia imago, conta a trajetória do Príncipe Tamino, que precisa desbravar temíveis aventuras para resgatar a princesa Pamina

Teatro de bonecos e formas animadas coloridas recriam a grande aventura do príncipe Tamino, escolhido pela ambiciosa Rainha da Noite para resgatar a princesa Pamina, prisioneira do misterioso Sarastro. Para cumprir a tarefa, a Rainha da Noite entrega ao príncipe uma flauta encantada, além de oferecer a ajuda de Papagueno, um caçador de pássaros bem atrapalhado. A Flauta Mágica, da Cia Imago, é um espetáculo infantil inspirado livremente na ópera homônima de Amadeus Mozart e Emanuel Schikaneder. O espetáculo faz temporada no Teatro Alfa a partir do dia 6 de outubro, sábado, 17h30.

O espetáculo infantil foi criado em 2006, após a Cia Imago ter participado de duas montagens da ópera que contavam com orquestra, bailarinos e cantores. “Das nossas peças, essa é a que tem mais texto, mas mesmo assim também há muitos trechos musicais”, conta Fernando Anhê, diretor, cenógrafo e iluminador, responsável também pela adaptação da ópera para o público infantil. Quem assina direção musical é o maestro Jamil Maluf.

Foto - Fernando Anhê
Jamil escolheu alguns fragmentos da ópera homônima e criou pequenos trechos musicais para a composição da trilha sonora. Para contar a mágica aventura, a Cia Imago utiliza a técnica do teatro negro, técnica que torna os atores que manipulam os bonecos invisíveis ao olhar do espectador.

Devido à técnica do teatro negro, os bonecos parecem mover-se livremente, voar, aparecer ou desaparecer em efeitos óticos muito estimulantes para todas as crianças. A atmosfera onírica do espetáculo também é definida pela cor fluorescente dos objetos de cena.

Nas duas montagens da ópera A Flauta Mágica, Fernando não cuidou diretamente da direção geral, mas assinou cenário, figurino e fez um tratamento com os atores para que eles interagissem com os bonecos durante o espetáculo. Devido a essa experiência, o diretor conheceu e estudou profundamente o libreto da ópera, apaixonando-se muito pela sua trama e já pensando em como adaptá-la para crianças e jovens.

“A história original da ópera foi simplificada, mas a evolução das personagens foi mantida, como a transformação de medroso príncipe Tamino em um jovem destemido. Já o personagem Papagueno mantém-se inalterado durante toda a trama, com suas incansáveis peripécias e falas impagáveis. A Flauta Mágica é uma mistura de gêneros teatrais como comédia, drama e musical”, pontua Fernando.

Foto - Fernando Anhê
Na aventura recriada para o universo infantil, Tamino e seu fiel amigo Papagueno embrenham-se na floresta em busca da princesa. Nessa aventura, Papagueno e Tamino enfrentam um dragão muito feroz, uma família de dinossauros, uma forte tempestade e um terrível fogaréu. Diante de tantos desafios, três geniozinhos ajudam nossos heróis, levando-os, em um balão, até o castelo de Sarastro.

O suposto feiticeiro propõe a Tamino alguns desafios e, se vencedor, Tamino poderia libertar a princesa Pamina. Nessa história, muitos personagens acabam por se revelar o oposto do que pareciam ser e, em sua difícil jornada, Tamino passa por um aprendizado que acaba por transformá-lo num jovem livre e corajoso.

Sobre a Cia. Imago

A Cia. Imago foi criada por Fernando Anhê (cena) e o maestro Jamil Maluf (música) em 1999. Mesclando diversos gêneros dramáticos e linguagens artísticas, a Cia. Imago utiliza o Teatro Negro como sua principal técnica expressiva. Através dessa técnica, os objetos e bonecos parecem mover-se livremente e os atores que os manipulam, tornam-se invisíveis ao olhar do espectador.

Dentro do campo onírico e surreal determinado pelo Teatro Negro, a encenação dos atores, bonecos, objetos e bailarinos evolui com impacto e estranhamento. A direção, criação/adaptação, cenografia e iluminação dos espetáculos da Imago são de Fernando Anhê. O Maestro Jamil Maluf cria as trilhas sonoras.

O elenco da Cia. Imago é composto pelos atores: Daniela Sakumoto, Fernando Anhê, Isa Gouvêa, Janette Santiago, Priscila Monsano, Marcos Lacerda e Valter Felipe. A Cia. Imago encenou as óperas: O Rouxinol (Stravinsky), O Menino e os Sortilégios (Ravel), A Flauta Mágica (Mozart), e João e Maria - Hänsel und Gretel (Humperdink) - Teatro Municipal de São Paulo, Teatro Municipal do Rio de Janeiro e Teatro do Amazonas.

Apresentou os concertos cênicos (mesclando dança, teatro de formas animadas e música erudita): Shéhérazade (Ravel e Korsakov), Dois (Os Planetas, deGustav Holst) e O Pássaro de Fogo (Igor Stravinsky) - Teatro Municipal de S. Paulo, Teatro Alfa, Teatro São Pedro e Teatro Guaíra.

Encenou as peças infantis: Carnaval dos Animais (Saint Saens), A Mulher que Matou os Peixes (Clarice Lispector), Quase de Verdade (Clarice Lispector), Imago, A Mão, Pedro e o Lobo, O Quebra-Nozes, O Pássaro de Fogo, Os Ets Cantam e Dançam, As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, A Flauta Mágica e João e Maria em diversos teatros como Teatro Alfa, Teatro São Pedro, Teatro Anchieta,Teatro Sérgio Cardoso, Teatro Folha e Centro Cultural S. Paulo. A Cia. Imago recebeu inúmeros prêmios: quatro espetáculos já receberam o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), Prêmio Femsa e APETESP.

Ficha técnica

Idealização: Trupe Pé de Histórias. Direção: Tucci Fattore e Naya Sá. Direção Musical: Luís Santiago Málaga. Texto: Naya Sá, Tucci Fattore e Luís Santiago Málaga. Concepção e Criação Musical: Naya Sá, Tucci Fattore e Luís Santiago Málaga. Elenco: Naya Sá e Tucci Fattore. Músicos: Luís Santiago Málaga, Adriano Busko e Lipe Torre. Produção: Trupe Pé de Histórias e Ceres Arantes. Vídeo e Luz: Eduardo Joly. Figurino: Amarílis Arruda. Cenário: Nani Brisk, Tucci Fattore e Ivo Santos. Consultoria de Roteiro: Julia Priolli.Assessoria de Imprensa: Lu Stabile. Apoio técnico em tecnologia: Roberto Trevisan. Adereços: Nádia Puppo. Agradecimentos: Caio Rodriguez, Vinícius Vargas, Bruno Bueno, Marcelo Zurawski, Paula Zurawski, Gustavo Kurlat, Tide Setúbal, Roberto Trevisan, Julia Priolli, Ivo Santos, Felipe Arantes, todos integrantes da Trupe Pé de Histórias, Ravi e Tiê.

Serviço

Espetáculo infantil A Flauta Mágica
Estreia dia 06 de outubro, sábado, às 17h30, na Sala B do Teatro Alfa.
Temporada:Sábados e domingos, às 17h30.Até 25 de novembro.
Capacidade: 204 lugares.
Duração - 50 minutos.
Classificação - Livre
Ingressos - R$ 40,00 (inteira para adultos) e R$ 20,00 (meia para crianças, estudantes e maiores de 60 anos).
Telefone - (11) 5693-4000.

Grupo Alfa - 50% de desconto funcionários devidamente identificados. Banco Alfa: 20% de desconto para clientes devidamente identificados. Assinantes do teatro Alfa: 10% de desconto. Venda efetuada com cartões de crédito (Amex, Visa, Credicard e MasterCard), de segunda a sábado das 11h às 19h; e domingos das 11h às 17h. Os ingressos poderão ser retirados no próprio teatro no dia do espetáculo. Taxa de serviço de R$ 5,00 por ingresso adquirido para Sala A e R$ 2,00 para Sala B. Call Center Ingresso Rápido: (11) 4003-1212.

Teatro Alfa - Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. (11) 5693-4000.
Site - Clique Aqui 
Ingresso rápido ou pelos telefones - 11 5693-4000, 0300 789-3377.
Acessibilidade - motora e visual.
Estacionamento: Sala A - Vallet R$ 45,00 e Self Park R$ 31,00.
Sala B - Vallet R$ 30,00 e Self Park R$ 20,00.

Comentários