Sesc Ipiranga recebe primeiro ciclo de Leituras Piqueniques de Textos do Arena


Ação envolve três leituras dramáticas dirigidas por três diretores diferentes, seguidas de debates públicos mediados por jovens dramaturgos

Programa original da peça Revolução na América do Sul (1960)
Nos dias 1º, 15 e 22 de setembro (sábados), às 16h, o Sesc Ipiranga realiza em seu Quintal o primeiro ciclo de Leituras Piqueniques de Textos do Arena que integra o projeto ‘Dramaturgias’ e traz três leituras dramáticas dirigidas por três diretores diferentes, acompanhadas de piquenique. As leituras seguidas de debate questionam se o teatro permanece com a mesma capacidade de transformação social que tinha na década de 1960, criando conexões entre o passado e o presente a partir das obras, e discutindo de que forma elas podem nos ajudar a pensar o teatro e a realidade atual.

O ciclo de Setembro tem curadoria e idealização do Instituto Augusto Boal. A primeira leitura, Revolução na América do Sul (1960), acontece dia 1º de setembro, com direção de Marco Antônio Rodrigues e comentários de Marcos Barbosa. O texto de Augusto Boal inaugurou o teatro épico brasileiro em 1960 e narra a história de José da Silva, operário que perde seu emprego e parte para tentar se reerguer.

Celso Frateschi Foto - Bob Souza
A segunda leitura ocorre no dia 15 de setembro e traz o texto Eles não usam black-tie (1958), de Gianfrancesco Guarnieri. Com direção de Celso Frateschi e comentários de Samir Yazbek, o enredo explora a situação do jovem Tião que, ao retornar à comunidade onde vive seu pai, o ativista Otávio, precisa decidir entre atuar coletivamente nas lutas pelos direitos dos trabalhadores ou buscar soluções individuais para sua vida.

Encerrando o ciclo de setembro, no dia 22 de setembro, é realizada a leitura de Chapetuba Futebol Clube (1959), de Oduvaldo Vianna Filho, texto que aprofundou o trabalho sobre o realismo psicológico que o Arena propunha desde a sua inauguração. Com direção de Marcos Felipe e comentários de Sara Antunes, o texto expõe o cotidiano de um pequeno time interiorano, destacando tipos populares de enorme empatia e comunicabilidade e, ao mesmo tempo, a sórdida engrenagem da qual são vítimas.

Serviço

Leitura Piquenique de Textos do Arena

Revolução na América do Sul (1960)
Texto de Augusto Boal. Direção de Marco Antônio Rodrigues, com comentários de Marcos Barbosa.
Dia 1º de setembro de 2018, sábado, das 16h às 18h
Grátis
Classificação indicativa: Livre.
No Quintal
Eles Não Usam Black-Tie (1958)
Texto de Gianfrancesco Guarnieri. Direção de Celso Frateschi, com comentários de Samir Yazbek.
Dia 15 de setembro de 2018, sábado, das 16h às 18h
Grátis
Classificação indicativa: Livre.
No Quintal

Chapetuba Futebol Clube (1959)
Texto de Oduvaldo Vianna Filho. Direção de Marcos Felipe, com comentários de Sara Antunes.
Dia 22 de setembro de 2018, sábado, das 16h às 18h
Grátis
Classificação indicativa: Livre.
No Quintal

Sesc Ipiranga
Rua Bom Pastor, 822 - Ipiranga - São Paulo
Informações 11 3340-2000

Comentários


Fque por dentro