Dia dos Pais: a natureza da relação pai e filho em livro


O Dia dos Pais é comemorado anualmente no Brasil sempre no segundo domingo de agosto. A data serve como reconhecimento e homenagem dos filhos ao pais, por todo o suporte, carinho e ensinamentos recebidos ao longo da vida. Além de todo afeto demonstrado pela prole, a data também é marcada pelos presentes dados aos papais. E para todos os heróis cults e que apreciam uma boa literatura, a Edipro sugere como mimo ideal o livro Do Amor aos Filhos, de Plutarco - historiador, biógrafo, ensaísta e filósofo grego.

Afinal, a “profissão” pai não é uma das tarefas mais fáceis de se exercer, mas com certeza é a mais realizadora e prazerosa que existe. São muitas noites sem dormir, dias em que 24 horas não são mais suficientes para dar conta de toda tarefa e responsabilidade. A rotina agitada do dia-a-dia exige conciliar o trabalho, orientar na educação dos filhos e ainda ajudar nos afazeres domésticos. Mas também consiste em não deixar que esse contexto abale o amor e o afeto.

Sinopse

Do Amor aos Filhos aborda um tema clássico e, ao mesmo tempo, contemporâneo: os sentimentos de amor entre pais e filhos. Plutarco discute a natureza da relação entre pais e filhos. No seu entendimento, os pais devem desenvolver amor pelos seus filhos, por meio da dedicação e entrega à sua formação. As demonstrações de carinho dos pais aos seus filhos revelam sua humanidade, diferenciando-se dos demais animais. Por tal motivo, os pais devem ter seus filhos não por interesse ou por utilidade, mas por amor; assim, o nascimento dos filhos deve ser visto como uma dádiva, pois os filhos amam naturalmente os seus pais.

Ficha técnica

Do Amor aos Filhos
Tradução - Maria Aparecida de Oliveira Silva
Editora - Edipro
Páginas - 96
Preço - R$ 31,00