Espetáculo Vitória Régia em curta temporada em São Paulo

Kiko Caldas se despede das acrobacias aéreas e terrestres, da disciplina de atleta, da superação da dor e limitações da idade e escolhe o espetáculo Vitória Régia como um ritual de passagem

A lenda que trata do universo feminino e do amor é trazida para o Teatro Paulo Autran de forma contemporânea e poética, proporcionando um mergulho nessa história, tendo como cenário um imenso espelho d´agua, projeções e efeito de chuva no palco.

As apresentações do espetáculo Vitória Régia, da Cia K, acontecem nos dias 21 e 22 de julho, sábado e domingo, às 21 e 18h, respectivamente, no Teatro Paulo Autran no Sesc Pinheiros. No elenco estão Kiko Caldas, Ieda Cruz, Kiki Milani, Natalia Furlan, MargreetNuijten e Iara Gueller. Com o intuito de resgatar a cultura milenar de se contar uma bela história de diversas maneiras, a Cia K traz uma lenda brasileira indígena de origem tupi-guarani para os dias de hoje com a junção de diferentes linguagens artísticas como, teatro físico, dança, circo, música e multimídia.

O espetáculo inspira-se na lenda da Vitória Régia, que conta a história de Naiá, uma índia, uma deusa, que se apaixona por Jaci, a lua. Um amor impossível que faz com que ela se transforme e mergulhe em águas profundas. Esse mito traz à tona, de maneira poética, um momento muito importante no universo feminino quando, para se tornar mulher, ela precisa fazer uma travessia, precisa entregar a sua juventude, como se deixasse o reino do submundo, para alcançar um novo universo.

Uma maturidade, um processo que se constrói e reconstrói ao longo da vida, no qual ela pode morrer para alcançar o seu amor e quem sabe, se tornar estrela.

O espetáculo apropria-se do mito para representar situações vividas por diversas gerações e sentimentos como paixão, ilusão, autoconhecimento, busca de um sentido para a existência, conectando-se com as pessoas da plateia em torno dessa bela história de amor.

Kiko Caldas, diretor artístico da Cia K assina a direção do espetáculo e conta que a encenação utiliza diversos recursos cênicos para compor a atmosfera do espetáculo como um enorme espelho d’água, efeitos de chuva, danças aéreas, jogos de luzes, imagens projetadas e uma trilha sonora composta especialmente para o espetáculo.

"Tudo foi cuidadosamente criado para essa temporada, e especialmente para esse espetáculo que trata do universo feminino; cenário, trilha sonora, coreografia, projeções e muitas surpresas para emocionar e levar poesia à quem assistir. Dedico a todas as mulheres, em especial as da minha família e todas que tornaram possível a realização desse espetáculo", ressalta Kiko Caldas.

Sobre a Cia K

Criada e dirigida por um dos pioneiros em São Paulo e no Brasil a realizar espetáculos de Circo Contemporâneo, Kiko Caldas, que alia apresentações virtuoses corporais, acrobáticas e aéreas com outras linguagens como teatro físico, dança, música e multimídia. Kiko Caldas tem 30 anos de experiência no mercado artístico foi um dos fundadores do Acrobático Fratelli e da Fractons. A companhia conta com estrutura e equipe altamente especializada de artistas, técnicos, organizadores e administradores e tem no currículo a realização de inúmeros espetáculos pelo Brasil e América Latina, sempre se destacando pela qualidade e inovação técnica e artística. Já se apresentou nos principais eventos do país como, “Jogos Olímpicos’, “Virada Cultural”, “Carnaval do Recife”, “SESCS” e em eventos internacionais como, “Festival Mundial de Circo no México”, etc.


Ficha técnica

Vitória Régia
Concepção - Kiko Caldas
Direção - Kiko Caldas e Cinthia Beranek
Elenco - Kiko Caldas, Ieda Cruz, Kiki Milani, Natalia Furlan, MargreetNuijten e Iara Gueller
Coreografia - Cinthia Beranek
Direção de arte e figurinos - Daniela Garcia
Light Design - Marisa Bentivegna
Vídeos - Samir El Shaer
VideoMapping cena estrelas - VJ Spetto
Trilha Sonora - Samir El Shaer, Lucas Vargas e Sandami
Cenografia - Cia. K
Produção - Carrapeta Produções – Carol Santiago e Silvia Lopes
Produção Executiva - Nayara Dias
Fotografia - Paulo Barbuto e Samir El Shaer
Assessoria de imprensa - Mara Conti
Técnicos de palco - Edilson Junior e Vagner Junqueira

Serviço

Vitória Régia
Data - 21 - sábado e 22 de julho - domingo
Local - Sesc Pinheiros - Teatro Paulo Autran - subsolo
Endereço - R. Pais Leme, 195 - Pinheiros - São Paulo
Horário - Sábado às 21h e domingo às 18h
Ingressos
De R$12,00 a R$ 40,00 reais, sendo R$ 40,00 inteira, R$ 20,00 estudante, R$ 20,00 60 anos ou mais
Classificação indicativa -livre
Capacidade do teatro - 1010 pessoas