Editora Mackenzie lança livro sobre a História da literatura

A publicação inédita propõe uma retrospectiva sobre questões históricas da literatura por meio de análises linguísticas e teóricas

No próximo dia 31 de julho, a Editora Mackenzie lança o livro “História da literatura em perspectiva”, dos autores Helena Bonito Pereira, Germana Sales e João Claudio Arendt, durante o Congresso Internacional 2018 da Associação Brasileira de Literatura Comparada - ABRALIC. O objetivo da obra é revisitar a história literária e preencher lacunas não descritas nos manuais já existentes. A coletânea que vem a público despertará curiosidade, mas, sobretudo, incorporará novos conceitos aos conhecimentos já construídos.

A obra, dividida em três partes, fortalece a ideia de que é necessário ter um distanciamento histórico para entender o sentido literário e até mesmo ressignificar interpretações de acordo com pensamentos e questionamentos que estavam à frente da época.

O levantamento se pauta por amplitude e diversidade, sem nenhuma intenção totalizadora, pois abrange ensaios que discutem temas e textos dos séculos XIX e XX; diversidade em termos espaciais, uma vez que contempla obras regionais e nacionais (entre essas, as brasileiras e, mais raramente, as estrangeiras); e pluralidade de suportes (jornal ou livro) e de gêneros (romance, crônica, poesia, ensaio).

“História da literatura em perspectiva” é direcionado aos estudantes e pesquisadores, tem a missão de fazer compreender e interpretar adequadamente os textos do passado ou seus vestígios textuais, ratificando os conhecimentos já consolidados e acrescentando, quando ocorrem, novos significados à história literária.

O Congresso Internacional ABRALIC 2018 vai de 30 de julho a 03 de agosto no campus da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Com o tema "Circulação, tramas e sentidos na Literatura", a ideia é reunir grandes nomes da pesquisa e da literatura nacionais e internacionais.

Sobre os autores

Helena Bonito Couto Pereira possui graduação em Letras pela Universidade de São Paulo (1972), mestrado em Letras (Língua e Literatura Francesa) pela Universidade de São Paulo (1988) e doutorado em Letras (Língua e Literatura Francesa) pela Universidade de São Paulo (1995). Fez estágio pós-doutoral na Universdade da Califórnia em Riverside (2004-2006). Atualmente, é professora adjunta na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira Contemporânea e Literaturas Estrangeiras Modernas, dedicando-se principalmente aos seguintes temas: Literatura Brasileira, Ficção Contemporânea e Pós-Modernismo.

Germana Sales possui Graduação em Letras pela Universidade Estadual do Ceará - UECE (1989), Mestrado em Letras: Teoria Literária pela Universidade Federal do Pará - UFPA (1997) e Doutorado em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2003). Atualmente, é professora Associada da Faculdade de Letras, do Instituto de Letras e Comunicação (ILC), da Universidade Federal do Pará. Publicou vários capítulos de livros, artigos e organizou coletâneas de livros. Tem experiência na área de Letras, com ênfase na História do Livro e da Leitura, História da Literatura, Literatura Portuguesa, com ênfase nos seguintes temas: comércio de livros entre Portugal e Brasil; estudos do romance no século XIX; crítica ao romance no Oitocentos, prosa de ficção oitocentista.

João Claudio Arendt possui Estágio Pós-doutoral no Instituto Latino-americano da Universidade Livre de Berlim (2011), com supervisão de Ligia Chiappini; Doutor em Linguística e Letras (Teoria Literária) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2000); Mestre em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1996); Licenciatura Plena em Letras Português/Alemão pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1993). Docente no Curso de Graduação em Letras (língua portuguesa e literatura) e nos Programas de Mestrado em Letras e Cultura da Universidade de Caxias do Sul e de Doutorado em Letras - Associação Ampla UCS/Uniritter. Desenvolve pesquisa sobre literatura brasileira e sul-riograndense, com foco em imaginário social, identidade regional, regionalidade, leitura e recepção. É editor-chefe da Revista Eletrônica ANTARES (LETRAS E HUMANIDADES). Poeta premiado e publicado.