Editora lança romance histórico sobre mulher retratada em quadro de Leonardo da Vinci

“A Amiga de Leonardo da Vinci”, do espanhol Antonio Cavanillas de Blas, narra a vida da jovem que inspirou Dama com Arminho, notável quadro do pintor renascentista, cuja morte completa 500 anos em 2019

Cecília Gallerani, imortalizada no famoso quadro Dama com Arminho do pintor italiano renascentista, é a linha condutora do romance histórico “A Amiga de Leonardo da Vinci”, do escritor espanhol Antonio Cavanillas de Blas. O livro será lançado em agosto pela Editora Contexto. Gallerani foi uma mulher além do seu tempo, quebrando tabus e tradições do século XV. Aos 17 anos posou para Da Vinci, que a imortalizou no quadro Dama com Arminho, exposto no Museu Czartoryski, na cidade polonesa de Cracóvia.

O livro narra a vida de uma jovem inteligente que conseguiu firmar sua vontade e não se curvar diante da imposição de seu pai em casá-la com um homem muito mais velho e de alta linhagem. Cecília, graças às suas habilidades como poeta, conquistou a amizade de Leonardo da Vinci. Também deslumbrou Ludovico Sforza, governador da Lombardia e futuro Duque de Milão.

Conhecido como "El Moro", travou conflitos pelo Ducado com Luís XII, rei da França. Sforza não hesitou em convidá-la a fazer parte de sua corte em Milão. Logo, tornaram-se amantes. A pedido de Ludovico, Da Vinci eternizou a jovem na tela abraçando Bimbo, um arminho que Cecília Gallerani conseguira domesticar.

“A Amiga de Leonardo da Vinci”, é uma viagem pelo mundo do Renascentismo e um relato de importantes acontecimentos históricos da Europa, como os conflitos para controlar os principais territórios da futura Itália e as conspirações papais pelo poder. No campo das artes, além de narrar a criação do quadro Dama com Arminho, apresenta histórias sobre outras obras do pintor como a Virgem das Rochas, A Última Ceia e Mona Lisa.

O autor fez uma notável pesquisa histórica e detalha, em uma nota final, os fatos reais em que se baseou. Ele conta a recente descoberta de uma perfeita réplica de Mona Lisa no porão do Museu do Prado, em Madri. Especialistas concluíram que o quadro, pintado por Andrea Salai ou por Francesco Melzi, discípulo de Leonardo, foi criado ao mesmo tempo de Mona Lisa. Esta teoria é romanceada no livro, supondo que Bartolomeo Del Giocondo pediu à Da Vinci duas cópias do retrato de sua esposa, Mona Lisa (Lisa Gherardini).

Sobre o autor

Antonio Cavanillas de Blas, nascido em Madri, é médico cirurgião de formação e escritor. Publicou vários romances históricos, entre eles “El Médico de Flandes”, “El León de ojos árabes”, “El prisionero de Argel”, “El cirujano de Al’ Andalus”, “El último cruzado”, “Harald el vikingo” e “La desposada de Flandes”. A Amiga de Leonardo da Vinci é sua primeira obra traduzida no Brasil.

Ficha técnica

A Amiga de Leonardo da Vinci
Autor - Antonio Cavanillas de Blas
Tradução - Marcelo Barbão
Editora Contexto
Páginas - 256
Preço - R$ 49,90

Clique Aqui para mais informações.

Comentários

Portal Primus FM: fique por dentro