É mais fácil fazer o bem do que o mal?

“...mesmo num ambiente onde os referenciais do mal estão por toda parte, o bem é um processo natural, embrionário; não precisamos de procedimentos ou tutoriais de como se deve ser bom, e muito menos reconhecimento do que deveria ser embrionário...”
Fernando Moraes - O que te move? Página 23

No dia 19 de julho é comemorado o  Dia da Caridade, data escolhida com o objetivo de conscientizar em prol da solidariedade e da importância de ajuda ao próximo. Para falar do assunto, a pessoa certa é o autor, filósofo e humanista Fernando Moraes.

Veterano no campo do trabalho voluntário, Fernando é formado em Ciências sociais, filosofia, direito, e além de ser gestor público, atua como professor universitário e palestrante. O autor é envolvido com ONGs há mais de 20 anos, e por quase uma década viveu no continente africano devido aos seus projetos humanitários. No livro O que te move? o autor discute sobre a importância de fazer o bem e do protagonismo social.

Fenando defende que ajudar o próximo é um dever de todos e que isso não deve ser feito de forma “comercial”, ou seja, para vender uma boa imagem de alguém ou marca. Afinal, ser solidário ou realizar trabalhos sociais é algo que deve ser levado a sério, que requer dedicação e responsabilidade.

Na obra, o humanista também argumenta que fazer o bem é algo que já está dentro de cada um, e que não requer muito esforço agir com o que há de genuíno dentro em si. Não é preciso de um tutorial para fazer o que é certo, quando queremos ser bons, nossas ações são naturais e verdadeiras.

Sobre o autor

Foto - Divulgação
Fernando Moraes é Filósofo Social e humanista, inquieto e curioso. Cursou Ciências Sociais, Filosofia, Teologia e Direito. É especialista em Elaboração e Gerenciamento de Projetos Sociais e professor universitário.

Já realizou muitos trabalhos no campo missionário em comunidades pobres. Foi Consultor Social da OIKOS Portugal - Cooperação e Desenvolvimento em Angola (Luanda e Huíla), no Projecto Jango, em 2007 e 2008; foi consultor da Adra (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) na Bahia e na Amazônia, para projetos sociais e de formação de lideranças no Sertão. Foi ainda Secretário Municipal de Desenvolvimento Social e também Secretário da Educação da cidade de Hortolândia (SP). Fernando Moraes é palestrante nos temas cidadania ativa, protagonismo social e comunitário, responsabilidade pessoal, civil e social, voluntariado alterativo, desenvolvimento como conceito de totalidade e pertencimento social.


Sinopse

Movimentar-se para não ficar aprisionado à zona de conforto é um dos grandes desafios nos tempos modernos. Quando a abundância impera, certamente a visão de futuro fica mais comprometida, por isso se faz necessário nos movermos para ter propósitos, sonhos e esperança de dias melhores. Saindo do estado conformista, que anula as possibilidades e nos imobiliza por causa do imediatismo, ser protagonista é mais do que ser o ator principal de tudo aquilo que envolve a nossa vida. Ser protagonista é colocar o coração no sofrimento do outro, renunciando a zona de conforto em função de quem precisa de nós.

Ficha Técnica

Título - O que te move
Autor - Fernando Moraes
Editora - Novo Século
Páginas - 160
Preço - R$ 34,90