Documentário sobre publicações independentes estreia no MIS

Impressão Minha - Feira Plana. Foto - Divulgação

A estreia do curta “Impressão Minha” contará com um bate papo com os realizadores, feira de publicações, DJ e coquetel

Qual o papel do impresso hoje? Qual seu sentido num mundo dominado por telas? Desafiando essas perguntas, uma exuberante cena de publicações independentes vem crescendo no Brasil.

Com estreia no dia 14 de julho no MIS, o documentário curta-metragem “Impressão Minha” é um registro histórico desse momento. Revela personagens e suas ideias sobre o poder da arte impressa, os bastidores dos processos de criação, a produção e a difusão das publicações, além das visões e debates em torno dessa movimentação.

Idealizadas por produtores culturais e editoras alternativas, as feiras de publicação independente hoje atraem um público de mais de 40 mil pessoas ao ano apenas em São Paulo, principalmente jovens e adultos interessados nas diversas formas de expressão artística em suportes impressos: livros, quadrinhos, fotografia, ilustração, colagens.

Cena do Documetário Impressão Minha Foto - Divulgação

O evento de lançamento do filme contará com projeções seguidas de debate, exposição e venda de obras em uma pequena feira de publicações, discotecagem de MZK, coquetel e ainda a presença de personagens do filme, como Bebel Abreu, da Bebel Books, Cecilia Arbolave e João Varella da editora Lote 42 entre outros.

Impressão Minha Foto - Divulgação

O documentário foi realizado por Peripécia Filmes e Avocado Edições, Ministério da Cultura e Governo Federal, com patrocínio da Fedrigoni Papéis, Icatu Seguros e CSU, contando também com apoio de pessoas físicas, por meio da Lei Rouanet. Os diretores do filmes estão disponíveis para entrevistas.

Sinopse

Diante da hegemonia digital, a materialidade do livro ainda instiga. Impressão Minha apresenta a movimentação que acontece em torno dos livros e publicações independentes, no Brasil. Imerso entre artistas, editores e seus livros, o documentário abre espaço para reflexões sobre o mercado editorial, a liberdade de criação, a suposta oposição entre digital e impresso, o livro como objeto, as técnicas artísticas e de impressão.

Confira o trailer


Ficha técnica

Impressão Minha
Roteiro e Direção - Daniel Salaroli, Gabriela Leite e João Rabello
Fotografia - Raoni Maddalena
Produção - Peripécia Filmes e Avocado Edições
Duração - 27’15’’

Personagens

Bia Bittencourt, da Plana
Criadora e produtora da Feira Plana, maior evento de publicações independentes do país. Em 2017, na sua 5ª edição, foram mais de 18.000 visitantes na Fundação Bienal. Em 2018 o evento retornou ampliado como Plana Festival, na Cinemateca Brasileira, confirmando seu sucesso.

Cecilia Arbolave e João Varella, da Lote 42
Com livros experimentais e conceituais diversos, a Lote 42 é uma das editoras mais famosas da cena. Com dezenas de milhares de pessoas acompanhando sua fanpage no Facebook e um sistema de vendas online que é um sucesso, ainda coloca suas publicações em grandes livrarias e em seu próprio espaço físico de vendas: a Banca Tatuí.

Bebel Abreu, da Bebel Books
Produtora cultural, sócia da Mandacaru Design e criadora da Bebel Books, que já publicou dezenas de títulos de ilustração, caligrafia e fotografia, alguns premiados e outros alcançando status de pequenos fenômenos de público.

Kátia Fiera
Artista visual que trabalha com o formato de publicação conhecido como “livro de artista”. Sua produção pode ser encontrada no Brasil e no mundo em coleções públicas e em seleções como as da Printed Matter em Nova York.

DW Ribatski
Quadrinista independente, artista plástico, ilustrador. Já colaborou com diversas publicações, como o caderno Ilustríssima da Folha de São Paulo e a revista Superinteressante. Publicou diversas HQs e contribuiu para o blog da Cia das Letras com uma coluna mensal de quadrinhos.

Gilberto Tomé
Artista gráfico que investiga técnicas de desenho e sistemas de reprodução de imagens, da xilogravura ao digital. Além de atuar como designer no Fonte Design, é sócio da gráficafábrica, onde edita livros artesanais. Seus trabalhos foram apresentados no Itaú Cultural, no Festival Paraty em Foco e na Paris Photo (2015).

Douglas Utescher, da Ugra Press
A Ugra é uma loja de quadrinhos underground que vende HQs independentes, alternativas e nacionais, assim como vários outros produtos ligados ao movimento punk e contracultura. A loja já acumula um catálogo com 1.400 títulos.

Beto Galvão, da Meli-melo Press
Criador e diretor da Meli Melo Press Estúdio e gráfica de risografia, que revolucionou parte do mercado editorial do Brasil.

Serviço

MIS (Museu da Imagem e do Som)
Endereço - Av. Europa, 158 - São paulo
Horário
17h - início do evento no foyer do MIS, com exposição, feira de publicações independentes e discotecagem de MZK.
19h - sessão 1 seguida de debate, no auditório do MIS
20h - continuação do evento no foyer, com a feira, discotecagem e coquetel
21h - sessão 2 (sem debate)
22h- término
Entrada gratuita - sujeita a lotação

Comentários

Portal Primus FM: fique por dentro