Concerto da Orquestra Sinfônica tem pianista fenômeno do YouTube

Foto - Gilbert François



Com Regência de Fábio Mechetti, Valentina Lisitsa será solista no concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo em julho


Artista global e fenômeno no YouTube com visualizações que superam os 155 milhões e mais de 400 mil inscritos em seu canal, a pianista clássica ucraniana Valentina Lisitsa será solista no concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo em julho nos dias 27, às 20h, e 28, às 16h30. Os músicos se apresentam sob a regência do maestro convidado Fabio Mechetti, diretor artístico e regente titular da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

No programa, as obras Encantamento, do compositor Camargo Guarnieri, escrita originalmente para violino e piano e posteriormente transcrita para grande orquestra, Danças Sinfônicas, derradeira peça de Sergei Rachmaninov, marcada pelo lirismo intenso, nostalgia e expressividade do compositor. Já Valentina Lisitsa se debruçará na peça Concerto n° 3 para piano, também de Rachmaninoff, considerada uma das mais difíceis para este instrumento.

“É sempre uma alegria vir se apresentar no Brasil. A primeira vez foi em 2009 e me sinto cada vez mais perto do público brasileiro”, afirma Lisitsa.

Os ingressos para o concerto variam de R$ 12,00 a R$ 40,00 e estão à venda pelo site eventim.com.br ou na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo.

Sobre a Pianista


Nascida em Kiev, na Ucrânia, em 1973, Lisitsa começou a tocar piano aos três anos, realizando o primeiro recital solo um ano depois. Em 1991, ganhou a competição Murray Dranoff Two Piano, juntamente com o seu atual marido e pianista Alexei Kuznetsoff. Além da sua técnica voraz e impressionante, a musicista sabe usar muito bem as possibilidades da internet para atrair novos públicos, algo raro na música clássica. Por exemplo, o vídeo em que ela executa a peça Concerto n° 3 para piano, a mesma que executará no Municipal, tem aproximadamente 700 mil visualizações em seu canal no YouTube.

A interação com as redes sociais vai além de postar vídeos de suas performances/ensaios, a Ucraniana divide situações embaraçosas com os seguidores, como a vez em que faltou água no hotel em que estava hospedada ou até mesmo questões políticas. Em 2015, uma apresentação sua com a Orquestra Sinfônica de Toronto, no Canadá, foi cancelada após Lisitsa defender a invasão Russa na Ucrânia em uma rede social.

Exposição não é um problema para a musicista que realiza turnês nos Estados Unidos, Europa e Canadá, participando de recitais, concertos de piano de Rachmaninov, Beethoven e Mozart, e música de câmara, com ênfase em Brahms. “Não é só para os músicos, mas para qualquer artista. Se é nossa responsabilidade levar ao público a arte e a cultura deveríamos usar os meios que funcionam melhor. Mas a música clássica está se acostumando cada vez mais as redes sociais. É um processo natural”, diz.

A artista já se apresentou com as orquestras: Seoul Philharmonic, San Francisco Symphony e Chicago Symphony e nas prestigiadas salas de concertos internacionais: Wigmore Hall, de Londres, e o Musikverein, de Viena. No Brasil já se apresentou algumas vezes, inclusive no ano passado, com apresentações em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Sobre o Maestro


Após Enrique Arturo Diemecke e Gunter Neuhold, Fabio Mechetti é o mais novo maestro convidado da temporada 2018 da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Desde 2008 é Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e recentemente atuou como regente principal da Orquestra Filarmônica da Malásia, sendo o primeiro maestro brasileiro a ser titular de uma orquestra asiática.

Fabio Mechetti fez sua estreia no Carnegie Hall, de Nova York, conduzindo a Orquestra Sinfônica de Nova Jersey. Também se destacou na regência de inúmeras orquestras norte-americanas, como as de Seattle, Buffalo, Utah, Rochester, Phoenix, Columbus, entre outras. O maestro realizou diversos concertos no México, Espanha, Venezuela, Nova Zelândia, Canadá, entre outros. 

No Brasil, foi convidado a dirigir a Sinfônica Brasileira, a Estadual de São Paulo, as orquestras de Porto Alegre e Brasília e as municipais de São Paulo e do Rio de Janeiro. Destaca-se também a sua atuação como regente de ópera. No seu repertório, as obras Tosca, Turandot, Carmen, Don Giovanni, Cosi fan Tutte, La Bohème, Madame Butterfly, O Barbeiro de Sevilha, La Traviata e Otello. “Rachmaninoff é sempre um prazer, tanto para os intérpretes quanto o público. A combinação de um dos mais marcantes concertos do repertório sinfônico, juntamente com a singular e profundamente intensa Danças Sinfônicas, certamente trará uma experiência de grandes emoções”, explica.

Serviço

Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo
Fabio Mechetti - Regente
Valentina Lisitsa - Piano


Programa

Encantamento - Camargo Guarnieri
Concerto nº 3 para piano em ré menor op. 30 - Sergei Rachmaninoff
Danças Sinfônicas op. 45 - Sergei Rachmaninoff


Local - Theatro Municipal de São Paulo
Endereço - Praça Ramos de Azevedo, s/n - República - São Paulo
Datas e Horários -  dia 27 - sexta-feira 20h e 28 de julho - sábado 16h30
Duração - aprox. 100 min. com um intervalo

Classificação indicativa - recomendado para maiores de 7 anos

Ingressos
Setor 1 R$ 40,00
Setor 2 R$ 30,00
Setor 3 R$ 12,00
Meia-entrada para aposentados, maiores de 60 anos, professores da rede pública e estudante
Vendas na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo ou pelo site www.eventim.com.br

Comentários

Portal Primus FM: fique por dentro