]Cultura[ = livros + tecnologia + arte + estilo de vida + conectividade


Vem aí uma publicação com visual novo, conteúdo exclusivo e distribuição gratuita: assim é a nova revista da Livraria Cultura, Fnac e Estante Virtual, feita para clientes, parceiros e quem curte a boa leitura!

Por uma década, a Livraria Cultura fez chegar aos seus clientes, nos pontos de venda e de forma gratuita, uma publicação cultural tratando de temas e personagens que normalmente habitam uma “catedral de livros” – a expressão é do escritor português e Prêmio Nobel de Literatura José Saramago, quando entrou pela primeira vez na grande loja da Livraria Cultura, no Conjunto Nacional, em São Paulo.

E foi assim que, durante tanto tempo, a Revista da Cultura levou ao público brasileiro artigos de qualidade sobre assuntos extraídos das estantes da livraria: literatura, cinema, música, teatro, artes plásticas, filosofia, psicologia, sociologia, antropologia, gastronomia, entre tantos outros!

Novos horizontes se delinearam em 2017 quando duas aquisições foram anunciadas no processo de expansão da Cultura: a compra da rede Fnac no Brasil e do site de e-commerce Estante Virtual. Agora, reestruturando-se como empresa-plataforma, onde livros passam a conviver com produtos tecnológicos e experiências de inovação, coloca-se o desafio: como traduzir na revista um universo ampliado de interesses?

O desafio está pronto



]Cultura[ é o nome da nova revista. Simples, direto, lembrando as origens da livraria - um pequeno negócio criado por Eva Herz, há mais de 70 anos. “Ao longo desse tempo, já distribuímos em lojas um jornalzinho, depois uma newsletter, evoluímos para uma revista e agora criamos outra. Assim, continuamos a falar com nossos clientes e amigos de forma especial”, explica Pedro Herz, presidente do conselho da Livraria Cultura e também publisher da nova publicação. 

Com projeto gráfico da designer Renata Buono, ]Cultura[ traz ao público um visual moderno e conteúdo selecionado pelo editor Ivan Marsiglia, em concepção editorial da jornalista Laura Greenhalgh, também diretora de Comunicação da Livraria Cultura.

Além de reunir nomes de proa no mundo cultural e tecnológico, colunistas como a atriz Clarice Niskier, protagonista de A Alma Imoral – peça em cartaz há mais de dez anos no Teatro Eva Herz (SP) –, o professor de Ética Clóvis de Barros Filho e o pesquisador em robótica Marcos Pereira Barretto, professor de Engenharia Mecatrônica da Poli-USP, comparecem, a cada edição, com reflexões sobre temas contemporâneos. São 80 páginas a cada mês, reunindo reportagens, entrevistas, perfis, serviço, colunas, enfim, tudo para compor uma publicação que possa ser atraente para diferentes idades.

Ainda como destaque, ]Cultura[ oferece mensalmente um caderno literário encartado na própria publicação: Fragmentos – com textos inéditos ou não, em prosa ou verso, mas sempre bem recomendados. Um presente exclusivo para os leitores, afinal, a Livraria Cultura continua reforçando seu principal produto – o livro –, seu mote já conhecido – Ler para Ser – e seu novo slogan – Cultura é o que nos une.

Destaques da edição de estreia - número 1 - Junho de 2018:

No primeiro número de ]Cultura[, reportagem da jornalista Livia Deodato, editora-assistente da revista, sobre o sucesso mundial da série The Handmaid’s Tale, inspirada no romance O Conto da Aia (ed. Rocco), da escritora canadense Margaret Atwood. 
  • A crise no Facebook coloca em xeque o compartilhamento de dados na internet e expõe inúmeros dilemas em torno do vazamento cotidiano da nossa privacidade. Uma reflexão para os jornalistas Alexandre Matias e Caio Blinder, de Nova York.
  •  O crítico de cinema Luiz Zanin fala do livro Um Ano Depois (ed.Todavia), de Anne Wiazemsbky, ex-mulher do cineasta Jean-Luc Goddard -- com quem badalou e agitou naqueles dias loucos de maio de 1968...
  • O escritor Lira Neto, biógrafo de Getúlio Vargas, comenta a correspondência do velho caudilho com a filha Alzirinha, em De Pai para Filha (ed. Ouro Sobre Azul).
  • KondZilla, o produtor musical brasileiro que elevou o funk à categoria de fenômeno do big business mundial, em texto do incubador português-angolano Kalaf Epalanga.
  • Muita ousadia na construção, muita tecnologia na exposição e muito investimento para novos museus pelo mundo, em análise do arquiteto e urbanista Hugo Segawa.
  • Washington Olivetto conta por que botou a Copa do Mundo de 2018 para escanteio.
  • Helena Rizzo e Nana Tucci mostram por que as “Pancs” são a bola da vez na culinária.
  • Renato Freitas, fundador da 99 Táxi e dono da Yellow Bike, conta em entrevista como vem pedalando mais um projeto milionário em mobilidade urbana.
  • A beleza da imagem emerge no ensaio sobre o fotógrafo Marcio Scavone, por Christian Carvalho Cruz. E Rita Lee, nossa musa do rock, clicada em fotos extraordinárias!
  • No caderno literário Fragmentos, tempo para saborear O Jardim do Ogro, da escritora franco-marroquina Leïla Slimani, Nos Vemos em Marduk, de Carla Mühlhaus e, para relembrar, um belo poema de Hilda Hilst. Indicações de Sandra Espilotro, da e-Galáxia
Ficha técnica
Publicação - ]Cultura[
Primeira edição - 06 de junho de 2018
Periodicidade - mensal
Tiragem - 40 mil exemplares
Número de páginas - 80
Distribuição  gratuita, em lojas das redes
Versão online nos sites Cultura, Fnac e Estante Virtual
Assinatura - para clientes que prefiram receber a revista em domicílio

Comentários


Fque por dentro