Zuza Homem de Mello lança Copacabana - a trajetória do samba-canção (1929-1958)

Reprodução capa
No novo livro, fruto de mais de dez anos de pesquisas, Zuza documenta a história completa do samba-canção

O jornalista e musicólogo Zuza Homem de Mello lança na próxima quarta-feira, 06 de dezembro, Copacabana - a trajetória do samba-canção (1929-1958). O bate-papo, com sessão de autógrafos, será na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, a partir das 18h.

No novo livro, fruto de mais de dez anos de pesquisas, Zuza documenta a história completa de um dos gêneros mais importantes da nossa música: o samba-canção. Desde seu surgimento no teatro de revista, com o sucesso da gravação de “Linda flor”, por Aracy Cortes, em 1929, até o advento da bossa nova em 1958, o samba-canção foi um dos gêneros preferidos de compositores da estirpe de Ary Barroso, Caymmi, Cartola, Lupicínio, Tom Jobim e até mesmo Noel Rosa, cuja obra, como demonstra Zuza, inclui várias composições que na verdade já eram legítimos sambas-canção.

Com o fechamento dos cassinos em 1946, boa parte do meio artístico da então capital federal migrou para boates e clubes noturnos, que se concentraram especialmente em Copacabana, bairro-ícone do Rio de Janeiro. Entre 1946 e 1958 o samba-canção foi o gênero de maior sucesso da música brasileira. Com seu cativante ritmo, propício para se dançar colado ao parceiro, e sua temática romântica, ele invadiu a noite carioca e conquistou o país nas vozes de intérpretes como Linda Batista, Dick Farney, Dalva de Oliveira, Nora Ney, Elizeth Cardoso, Dolores Duran e Maysa — as duas últimas também excelentes compositoras.

Estudo amplo, profundo e fartamente ilustrado, este livro tem mais uma qualidade essencial: ele nos faz reviver uma época áurea do Rio de Janeiro, guiados pelo texto vibrante e caloroso do autor, um dos maiores conhecedores de música em nosso país.

Sobre o autor

Zuza Homem de Mello nasceu em São Paulo, em 1933. Iniciou sua carreira no jornalismo em 1956, assinando uma coluna de jazz semanal para a Folha da Noite. Após um período de estudos em Nova York, voltou ao Brasil e ingressou na TV Record, onde permaneceu por cerca de dez anos trabalhando como engenheiro de som e atuando como booker na contratação de atrações internacionais.
Entre 1977 e 1988 produziu e apresentou no rádio o premiado Programa do Zuza. Trabalha também como diretor artístico de shows e festivais e já produziu discos de Jacob do Bandolim e Elis Regina, entre outros. Colabora regularmente com os jornais O Estado de S. Paulo, Valor Econômico e Folha de S. Paulo, e apresenta semanalmente o programa Playlist do Zuza na Rádio USP, retransmitido pela Rádio MEC e pela Rádio Batuta do Instituto Moreira Salles.
É autor dos livros Música popular brasileira cantada e contada... (Melhoramentos, 1976, relançado pela WMF Martins Fontes em 2008 com o título Eis aqui os bossa-nova), A canção no tempo, dois volumes em coautoria com Jairo Severiano (Editora 34, 1997-98), João Gilberto (Publifolha, 2001), A Era dos Festivais (Editora 34, 2003), Música nas veias (Editora 34, 2007) e Música com Z (Editora 34, 2014, vencedor do Prêmio APCA).

Serviço
Lançamento do livro - Copacabana - a trajetória do samba-canção (1929-1958)
Autor - Zuza Homem de Mello
Editora 34 em coedição com Edições Sesc1ª edição
Preço - R$ 82,00
Data - 06 de dezembro
Local - 
Livraria Cultura do Conjunto Nacional
Endereço - Av. Paulista, 2073 - Consolação, São Paulo
Horário - A partir das 18h
Informações (11) 3170-4033

Comentários