Quanto você está disposto a se esforçar para atingir o que deseja em 2018?


*Por Dr. Bayard Galvão

Situação 1
Um: quero parar de fumar ano que vem!
Outro: o que você mais gosta de fazer? O que mais lhe ajuda em momentos de ansiedade ou tristeza? Por que você quer parar de fumar?
Um: fumar; fumar e porque tá difícil de fumar hoje em dia, proibido em muitos lugares.
Outra: Então, ou você desenvolve novos gostos e aprende a lidar com ansiedades e tristezas de formas mais “adequadas”, ou será difícil você atingir este desejo para o ano que vem. Ademais, não sei se estas proibições serão suficientes para você se motivar a fazer o que deseja, teria alguma outra motivação de peso para parar de fumar?

Situação 2
Uma: quero passar no vestibular de medicina numa faculdade pública ano que vem!
Outra: quão exigente era a escola na qual você se formou? Quantas horas você está disposta a estudar de maneira concentrada por dia ano que vem?
Uma: exigência mediana, bastava estudar 3 horas por semana e eu passava nas matérias; sobre estudo, umas 2 horas além das 5 horas de “cursinho pré-vestibular”.
Outra: a probabilidade de você passar será baixa, estudando apenas 7 horas no total para passar ano que vem.

Situação 3
Um: quero estar ganhando R$20 mil líquido por mês ano que vem na empresa em que trabalho.
Outro: quanto você está recebendo por mês agora? Quantas horas você está disposto a dedicar ao trabalho, estudo e melhor relacionamento na empresa?
Um: R$8mil. Quero trabalhar o normal ano que vem, sem bajular pessoa alguma e apenas farei pós em 2019.
Outro: Hmmm... Melhor você reajustar sua dedicação nas diferentes áreas ou expectativas para o ano que vem.

Situação 4
Um: quero passar mais tempo ano que vem com a minha família.
Outro: o que você precisaria fazer para isso acontecer e o quanto poderia te custar?
Um: trabalhar menos, o que poderia criar a possibilidade de diminuição de produtividade e aumento de probabilidade de demissão.
Outro: o que aconteceria se você fosse demitido?
Um: se eu não arrumasse emprego rápido, eu conseguiria manter meus filhos na escola e continuaria morando no mesmo local, diminuindo todos os outros gastos.
Outro: você conseguiria lidar bem com todas estas possibilidades?
Um: seria praticamente inadmissível eu tirar os meus filhos da boa educação escolar que estão recebendo.
Outro: o que é mais importante para você: mais tempo com os seus filhos ou a educação escolar atual para o futuro deles?

De 0-10, qual o custo de cada objetivo ou sonho? Quanto você está disposto a se esforçar para atingir o que você deseja em 2018?
Uma das maiores fontes de sofrimento que observo em pessoas é criar objetivos para si sem ter a disposição de se esforçar para tanto. Tempo é vida, use-a naquilo que realmente valer o seu suor.

*Bayard Galvão é psicólogo clínico formado pela PUC-SP, hipnoterapeuta e palestrante. Especialista em Psicoterapia Breve, Hipnoterapia e Psiconcologia, Bayard é autor de cinco livros, criador do conceito de Hipnoterapia Educativa e Presidente do Instituto Milton H. Erickson de São Paulo. Ministra palestras, treinamentos e atendimentos individuais utilizando esses conceitos.

Comentários

Portal Primus FM: fique por dentro