Superprodução transforma Starman, de David Bowie, em Stargirl



Para divulgar edição de 2017 do programa Leia para uma Criança, campanha criada pela DPZ&T toma um rumo inédito ao imaginar o efeito da leitura no futuro das crianças

O Itaú Unibanco lançou a sétima edição do “Leia para uma Criança”, projeto de distribuição gratuita de livros infantis realizado em parceria com a Fundação Itaú Social para todo o Brasil. Com mais de 45 milhões de livros oferecidos desde seu início, a ação traz para sua coleção 2017 os livros “O Menino Azul”, de Cecília Meireles; e “Em Cima Daquela Serra”, de Eucanaã Ferraz e disponibilizará 1,6 milhão de kits para quem fizer o pedido no site itau.com.br/crianca

Neste ano, a campanha multiplataforma apresenta uma superprodução com uma narrativa construída em cima da causa e o efeito dos livros na educação infantil. Com trilha sonora composta por uma versão exclusiva de "Starman", clássico de David Bowie. No filme, a música tornou-se "Stargirl", e reforça que meninas e meninos de todas as classes e etnias podem ter as mesmas oportunidades para conquistar seu futuro. A estreia do filme "Astronauta” aconteceu durante um intervalo exclusivo de dois minutos do Jornal Nacional da última sexta-feira.

“Ouvir histórias é algo que pode trazer benefícios que duram por toda a vida da criança: mais criatividade, facilidade de aprender, além de aumentar o vínculo emocional do adulto com a criança e ajudar a criar o hábito da leitura. Também muda a percepção e a compreensão das crianças sobre o mundo, seus próprios sentimentos, capacidades intelectuais e emocionais”, explica Eduardo Tracanella, superintendente de marketing do Itaú Unibanco. “Neste ano, optamos por dar o protagonismo para uma história que fala sobre a autoconfiança que a leitura gera na criança. Também é na primeira infância que podemos convidá-las a imaginar um futuro onde elas podem ser o que sonharem, independente de gênero, etnia e classe social”, ressalta.

De acordo com Angela Dannemann, superintendente da Fundação Itaú Social, “a leitura feita pelo adulto para a criança é, antes de tudo, uma oportunidade de convivência, onde o vínculo afetivo é fortalecido. Isso traz efeitos consistentes no desenvolvimento do indivíduo, evidenciados em diferentes contextos geográficos e faixas etárias. Para que a leitura tenha os resultados esperados, é importante estruturar uma certa rotina e promover a atividade de forma lúdica e prazerosa. Assim, a criança poderá desfrutar plenamente esses momentos e verdadeiramente se interessar pela leitura e pelos livros”. 

Desenvolvida pela DPZ&T a nova campanha mostra o quanto ouvir histórias na infância pode ter um grande impacto no futuro das crianças. Para reforçar essa relação de causa e efeito, o filme intercala passado e presente ao imaginar a saga da primeira mulher brasileira a ir para o espaço. Ao longo dos seus 2 minutos de duração, o filme vai da infância da astronauta, quando um livro infantil fez a menina se encantar pelo espaço, até o momento do lançamento do foguete que a levará em direção às estrelas. Uma história que traduz o poder que as histórias têm de estimular a imaginação, ampliar os horizontes, estimular a auto-confiança, desenvolver o potencial e mostrar que a criança pode ser tudo que quiser. 

“Este ano a campanha aposta na simplicidade de uma história que carrega uma mensagem poderosa. Uma menina que, inspirada na infância pelos livros, ganha o poder para realizar seus maiores sonhos, até mesmo ser uma pioneira das viagens espaciais. Já a produção nunca foi tão grandiosa, com uma linguagem cinematográfica, efeitos especiais impactantes e o privilégio de ser embalada por uma versão exclusiva do clássico de David Bowie”, afirma Rafael Urenha, CCO da DPZ&T.

Produzido pela Saigon e dirigido por Vellas, a superprodução foi gravada no Chile. Para alcançar realismo, as cenas da base espacial foram rodadas em um dos principais observatórios astronômicos do mundo: La Silla, localizado a 2.400 metros de altitude, no deserto do Atacama. As demais cenas do filme foram feitas em Santiago. Já a trilha foi produzida pela Satelite Audio e gravada em Los Angeles por um coral de crianças.

Estão previstas também ações no Caldeirão do Huck nos dias 7, 14 e 21 de outubro. Em delas, Luciano Huck receberá o escritor Ilan Brenman, um dos especialistas que participaram do documentário “Para Gostar de Ler”, lançado em agosto como um preview da campanha do “Leia para uma Criança” deste ano.

A iniciativa do Leia para uma Criança faz parte do programa Itaú Criança, da Fundação Itaú Social, e integra uma das causas que o Itaú Unibanco apoia, a da Educação. 
Para pedir os livros da Coleção Itaú Criança, basta se cadastrar no site itau.com.br/crianca. Qualquer pessoa pode solicitar o kit, sendo correntista ou não do banco.


Comentários