Aplicativo que ajuda idosos a obterem renda extra chega a São Paulo


No app é possível encontrar pessoas que ofereçam desde um bolo caseiro, produtos feitos de crochês, aulas de reforço, até consultoria sênior.

Depois dos 50 anos de idade muitos profissionais podem ter muita experiência e disposição para trabalhar, mas enfrentam discriminação no mercado de trabalho.
Foi pensando em estabelecer uma conexão entre estas pessoas com quem queira contratar produtos e serviços de qualidade é que surgiu o Aplicativo Longevou.

De uso gratuito e utilização simples, o novo aplicativo auxilia este público a garantir uma renda extra no final do mês. E agora está disponível para São Paulo.
O app foi idealizado pelo Engenheiro Fábio Steffler, que trabalha com ferrovias. Ao longo de sua carreira ele pôde perceber a importância de contar com todo o conhecimento de profissionais mais experientes nas áreas em que atuam, mas que estão sendo substituídos por jovens que “trabalham duas vezes mais e ganham duas vezes menos”, revela.

“Nas ferrovias, vemos muitas pessoas se aposentando ou sendo dispensadas por conta da idade, mas que possuem grande experiência e ainda muito para oferecer à sociedade. Por isso o Longevou surgiu. O aplicativo dá oportunidade para profissionais 50+ oferecerem os seus serviços e a pessoas socialmente conscientes os contratarem”, explica Steffler.

Entre os usuários que mais utilizam o app estão os aposentados, que depois que se aposentam veem seus salários diminuírem drasticamente. Um exemplo é a professora de português Matilde Nidejelski, de 71 anos. Prestes a se aposentar, pela metade do salário que recebe atualmente, ela procura meios de complementar a renda de sua família. E ainda, Matilde vê isso como uma oportunidade para realizar outra atividade que gosta bastante: a pintura. “Sempre gostei de pintar, mas nunca transformei em uma profissão. Quem sabe agora possa realizar este meu sonho e garantir um dinheiro a mais todo o mês. O aplicativo auxilia nesta tarefa”, afirma.
Para a utilização é necessário fazer um cadastro, que pode também ser realizado via Facebook. Existem dois tipos de perfis para cadastro: um para pessoas com mais de 50 anos, que podem ofertar serviços ou produtos, e outro para os demais que só podem contratar. Em ambos os casos é necessária a inclusão de foto, telefone e e-mail.

Todos os contratados passam pela avaliação dos contratantes após o atendimento. Essas informações ficam disponíveis e garantem um ranqueamento entre os melhores usuários.
O Longevou App cadastra somente pessoas físicas e está disponível nas lojas Google Play. O app já funciona na cidade de Curitiba desde o mês de Julho/2017 e passará por divulgação em São Paulo e cidades vizinhas.

Comentários