Polícia Civil e Corinthians se unem para divulgar imagens de desaparecidos

No final de semana das mães, filhos desaparecidos serão lembrados no uniforme do time e nos telões da Arena do Timão

A Polícia Civil e o Corinthians se uniram para uma campanha diferente no Dia das Mães. Os uniformes dos jogadores estamparão fotos de filhos e filhas desaparecidos. As imagens também serão exibidas nos telões da arena de Itaquera no sábado (13), durante partida.

A campanha utilizará fotos e retratos do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que conta com uma delegacia especializada em casos de desaparecimentos, além de um Laboratório de Arte Forense.
No verso das camisas dos jogadores do atual campeão paulista de futebol, em vez de nomes, haverá números de telefone para que a população possa fornecer informações sobre qualquer uma das pessoas identificadas pelas imagens.

A ação de Dia das Mães será realizada durante o primeiro jogo do time no Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense, às 19 horas. No domingo (14), a divulgação de fotos continuará nas redes sociais do clube.

Pessoas desaparecidas

Cerca de 26,5 mil boletins de ocorrência sobre pessoas desaparecidas foram registrados no Estado de São Paulo no ano passado. No mesmo período, houve o registro de localização de 24.139 que estavam desaparecidas em anos distintos.

A partir do registro da ocorrência, é aberta uma investigação e o DHPP insere fotografias no banco de dados da Polícia Civil e de outros órgãos vinculados, além de comunicar a Polícia Federal e ouvir amigos e parentes para possibilitar a localização

Importante saber

A denúncia sobre o desaparecimento deve ser feita imediatamente. Ao contrário do que muitos acreditam, a família da pessoa, seja ela de qualquer idade, não precisa aguardar 24 horas para registrar o boletim de ocorrência.

O desaparecimento pode ser comunicado pela Delegacia Eletrônica, pelo telefone 190 ou pessoalmente nos distritos policiais. Quem identificar uma pessoa desaparecida, pode avisar o 190 ou ligar para o DHPP pelo número (11) 3311-3950.

Comentários