As áreas mais promissoras para 2012

Copa do Mundo, Olimpíadas e pré-sal impulsionam muitas oportunidades de emprego

A Curriculum, o maior site de empregos da América Latina, fez um levantamento para listar as profissões mais promissoras em 2012 e orientar os candidatos que buscam investir na carreira.
“As áreas de Engenharia e Saúde vão oferecer muitas vagas esse ano. Na sequência, o segmento de Petróleo/Gás/Energia, Hotelaria e Turismo e Infraestrutura ganham destaque graças aos eventos que o Brasil sediará nos próximos anos e pela própria questão do pré-sal, que exige profissionais qualificados e especializados. No entanto, segmentos clássicos ainda ficam na disputa e prometem abrir diversas oportunidades”, afirma Marcelo Abrileri, presidente da empresa, que explica abaixo, detalhadamente, os motivos de cada uma.

Engenharia e Saúde

Para entender melhor o cenário, o especialista afirma que o ritmo de contratação de engenheiros não deve diminuir tão cedo, já que a escassez de talentos na área vem de anos para cá e as obras em construção civil só tendem a aumentar. Só na Curriculum o número de vagas cadastradas para Engenharia aumentou 12,2% em 2011, se comparado com 2010. Já na área da Saúde o acréscimo foi ainda maior: 19,9% de novas oportunidades em 2011 quando comparadas com o ano anterior. “As universidades devem abrir mais as portas para esse tipo de profissional. Já a área de Saúde tem seu bom momento agora, já que o Brasil é um país emergente, hoje ocupa uma posição forte dentre as melhores economias do mundo. A potencialização do segmento reflete um melhor desempenho na qualidade de vida da população e é um fator fundamental para o Brasil se tornar um país desenvolvido”, acredita Abrileri.

Petróleo/Gás/Energia

Há muito tempo essas três áreas ganharam destaque graças ao pré-sal. Prova disso também é o aumento do número de vagas em 2011 se comparado com o ano anterior, que representou um adicional de 16,7%. “No entanto, se o Brasil não formar profissionais especializados, tendemos a ter problemas para impulsionar a economia nesse sentido. Há uma grave escassez de candidatos no segmento petroleiro. Quem está investindo conhecimento no nicho pode ser muito disputado pelas empresas. Nosso país tem muitos patrimônios naturais, e a formação na área deve acompanhar esse desenvolvimento”, pontua o executivo.

Hotelaria, Turismo e Infraestrutura

Com o mundo voltado ao Brasil, a tendência para o país receber visitas aumenta, e o número de vagas nessas áreas também segue essa convergência, pois só no ano passado a Curriculum recebeu mais de 18 mil novas oportunidades para o segmento hoteleiro e turístico, representando um volume 49,2% maior que 2010. “Diferentemente da Europa e de outros continentes evoluídos do globo, o turismo brasileiro tem ainda muito que crescer, e os profissionais devem urgentemente aumentar a fluência do idioma inglês e espanhol se quiserem acompanhar o ritmo de crescimento da economia. Com a Copa do Mundo e as Olimpíadas se aproximando, o Brasil tem realmente pressa na formação de bons talentos na área hoteleira para atender com excelência os estrangeiros, formação linguística dos profissionais de Turismo e pessoas que pensem na infraestrutura para suportar tudo isso e não vivermos um caos em época de festas. Londres está fazendo as primeiras Olimpíadas sustentáveis da história, e o Brasil não pode fazer feio nessa conquista tão importante. Lembrando que são as pessoas nas empresas que fazem as coisas acontecerem”, acrescenta o presidente da Curriculum.

Vendas

Qualquer presidente de empresa sempre terá olhos voltados para o departamento comercial. “Apesar de outras áreas da companhia serem muito importantes, é o segmento de vendas que faz o chefe dormir em paz, pois sem vendas não há negócio. Além disso, por causa das exigências cada vez maiores do mercado, é cada vez mais importante um bom profissional comercial que saiba representar bem a empresa. Ele continua sendo essencial. Hoje tem sido cada vez mais difícil encontrá-lo, portanto, é uma área que continua em alta”, explica Abrileri. Em 2011, a Curriculum recebeu mais de 574 mil novas vagas no setor, um aumento de 24,5% sobre o ano anterior.

Tecnologia da Informação

Hoje, com o avanço da Internet e da necessidade de várias áreas das empresas estarem online e se comunicarem, o segmento se torna cada vez mais importante. “As empresas dependem da tecnologia não só para que seus produtos e serviços tenham cada vez mais qualidade e sejam competitivos, mas também para que ela possa se informar e interagir com o mundo, uma vez que boa parte deste está online. A maioria das vendas hoje acontece na web e não podemos esquecer também de que é necessário, se não fundamental, manter a área de relacionamento antenada ao que está acontecendo nos blogs, microblogs e mídias sociais. E é a área de TI que conecta o mundo com a empresa e esta com o mundo. Outro ponto importante é que a área vem crescendo a cada ano e criando sempre novos cargos e profissões. Todo esse dinamismo gera enormes oportunidades profissionais, como no ano passado, por exemplo, que a quantidade de vagas ofertadas subiu 14,8% se comparada com 2010. Estamos vivendo uma escassez de mão de obra capacitada neste segmento, e isso não tende a melhorar nos próximos anos. Profissionais de TI estarão cada vez mais raros, frente a toda a demanda de mercado futura”, finaliza o especialista.

Fonte: Curriculum.com.br

Comentários