Dia dos pais: Uma homenagem ao pequeno grande Benê!

Dia dos pais, fica difícil não lembrar a figura carismática e querida por muitos: Seu Benê!


Seu Benê, meu pai com muito orgulho, o cara mais desligado e engraçado que conheci dono de um humor peculiar e de tiradas inesquecíveis! Diversas vezes, passei mal de tanto rir com as situações que ele criava.

Para citar uma: O canivete.
Luiz, seu primo, sem um motivo especial deu-lhe um canivete todo incrementado de presente.
O canivete girou em casa por todos os cômodos, cozinha, quarto, até que foi parar na mesinha de canto da sala.
Belo dia Luiz foi visitá-lo e papo vai, papo vem, Seu Benê, na maior naturalidade, e com o tal canivete nas mãos solta essa: “Tó, fica de presente já que nunca te dei nada, nem lembro quem me deu essa mer...!”
O pior que ele estava falando sério, ainda bem que foi com o Luiz.

Fuçando o baú de fotos da Dona Pri, selecionei essas duas fotos da época em que ele fez parte da equipe de profissionais do Estúdio Giró, um dos mais respeitados estúdios fotográficos das décadas de 1970 e 1980 e, nas horas vagas, fazia bico de modelo fotográfico.
 
A primeira (a qualidade tá um pouco ruim), em um anúncio ao lado de Matilde Mastrangi (acho que é ela, ele vivia dizendo que eram amigos) e a segunda com a equipe do Giró. Vale destacar nessa segunda foto – em pé a esquerda – JR Duran em início de carreira e carinhosamente apelidado por Seu Benê de espanholzinho.





Comentários