Gênesis: Um espetáculo sem vaidades!

Quando fomos chamados pela Eledir e Pra. Aline, há cerca de três meses, para participar e dar a nossa contribuição ao espetáculo de dança, comemorativo aos 33 anos do Recanto Betel ficamos extremamente honrados com o convite.


Foram diversas reuniões, discussões sobre o roteiro baseado no texto bíblico Gênesis – a criação do Homem, enfim, reuniões tranqüilas para nós com tanta experiência em eventos e peças de teatro e a nossa parte era simples, a narração para “amarrar” os números de dança.
Foram poucos ensaios, para ser exato um, mas o suficiente para partir para o grande dia. Ao contrário de nós, as mais de cem crianças e adolescentes envolvidas no evento, ensaiavam semana após semana sob a árdua coordenação das professoras do Recanto e da coreógrafa Rosinha (um trabalho impecável).
Fotos dos ensaios
Enfim o grande dia chegou.
O auditório do Conservatório Musical de Tatuí estava lotado e nem por sonho imaginávamos um resultado tão maravilhoso.
Quando as cortinas se abriram e soltei minha primeira fala, foi aí que senti algo que em nosso dia a dia está tão complicado e difícil: Alegria!
Não a minha, mas a dos pequenos no palco. Óbvio que aconteceram falhas e buraquinhos na marcação, besteiras. No palco um show de vibração, singeleza e energia, típicos daqueles que “não conhecem nada da vida” e não tem a “sabedoria” dos senhores da razão. Tenho a certeza de que Deus estava lá, não só em nossas falas, para transmitir a todos um recado por meio dos pequeninos: percam a vaidade, a soberba e amem viver.
Parabéns crianças, aprendi muito com vocês.

Em tempo: As imagens selecionadas pelos profissionais da Codhec e que foram projetadas durante o espetáculo, estavam perfeitas. Pena que o pessoal da técnica, talvez por excesso de confiança, errou tanto! Creio que eles não entenderam o espírito da coisa.

Comentários

Portal Primus FM: fique por dentro