Dia dos Pais: Esse é o meu....

Linda a mensagem do Brunão, meu sobrinho, enviada ontem que publico abaixo.
Aliás, já combinamos de lançar o Dicionário de verbetes do Seu Benê: O Benelês!
Imperdível...

Queridos,

Recebi esse email da minha mãe, e como neto do Benê, sinto-me em paz para comentar o texto postado no blog do meu tio Domingos referente ao "dia dos pais".
Afinal, neto é o filho do filho, é duas vezes filho!Aviso logo que não tenho a qualidade técnica do meu tio, muito menos a arte da minha tia Zeni!
Só escrevo porque também trago no peito uma saudade enorme dessa figurinha ingênua, cômica e batalhadora que aprendi a chamar de vovô!
Protagonista de trapalhadas jamais pensadas pelos gênios da dramaturgia, com charme e vozeirão dignos de um artista de cinema, ainda que milimetricamente espalhados em 1,60 cm de altura, ele foi o melhor avô que alguém poderia ter!
Era capaz de ficar horas fazendo a mesma palhaçada, ou de chorar sinceramente pela dor daqueles que ele mal conhecia.
Não teve a maldade necessária para vencer nessa selva que criamos, mas nunca perdeu a vontade e a alegria de viver! Já se foram cinco anos, mas até hoje espero um telefonema que me faça rolar de rir com as histórias da última “anãozinha” que ele tenha visto! Du, fica tranqüilo, onde quer que ele esteja, tenho certeza que já escolheu uma bela praia para o nosso “banho de mar da tarde”...
Vô, você faz muita falta!

Bruno Maciel

Comentários

  1. Seu "Dito" era uma pessoa insubstituível!!!
    Amado demais....a saudade aperta a cada dia.
    Sua presença reforçava muitos dos valores que vêm de Deus: simplicidade, alegria nas pequenas coisas, amor pela família.......
    Bjosssssssss sogrão!!!!!!! Te amo.
    Flávia

    ResponderExcluir

Postar um comentário